Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5510
acessibilidade
Title: Filantropia: as cozinhas económicas de Lisboa (1893-1911)
Authors: Cordeiro, Ricardo Alexandre Forte
Orientador: Vaz, Maria João
Keywords: Filantropia
Alimentação
Operários
Lisboa
Philanthropy
Food
Workers
Lisbon
Issue Date: 2012
Citation: CORDEIRO, Ricardo Alexandre Forte - Filantropia: as cozinhas económicas de Lisboa (1893-1911) [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/5510>.
Abstract: Nos finais do século XIX a assistência em Lisboa estendia-se por vários campos, desde a educação à saúde, passando pelo trabalho e alimentação, entre outros, providenciando em escalas diferentes o bem-estar quotidiano da população. As acções particulares extravasavam a acção do próprio Estado. A rede, ou as redes de assistência presentes em toda a cidade eram caracterizadas por uma geral desarticulação. No que concerne à assistência alimentar destaca-se o aparecimento da Sociedade Protectora das Cozinhas Económicas de Lisboa, cujo objectivo era promover a instalação de estabelecimentos próprios para fornecer uma alimentação saudável e abundante, para as classes operárias e menos abastadas, por preços acessíveis. Este projecto valorizou o plano, a organização e o sistema. Ao contrário da generalidade dos organismos assistenciais, as cozinhas económicas de Lisboa não pretendiam dar enquanto acto de caridade, mas sim vender e servir refeições enquanto acto moralizador das classes operárias, seguindo padrões de qualidade e higiene. Procedendo-se a uma análise das cozinhas económicas procura-se observar o impacto social da instituição entre a população de Lisboa.
By the end of the nineteenth century the social care in Lisbon was extended for several fields, from education, health, work and food, among others, providing people's well-being in different scales. The individual actions exceeded the action of the State itself. The assistance networks present in the city were characterized by a general disarticulation. As it regards the food assistance the Sociedade Protectora das Cozinhas Económicas de Lisboa stands out. Its aim was to promote the installation of suitable establishments to provide a healthy and abundant food for less affluent and working classes, for affordable prices. This project appreciated the plan, the organization and the system. Unlike the majority of charitable establishments, the cozinhas económicas de Lisboa did not wanted to give as an act of charity, but rather to sell and serve meals while moralizing act for the workers classes, according to quality and hygiene standards. After proceeding to an analysis of the cozinhas económicas seeks to observe the social impact of institution among the Lisbon population.
Description: Mestrado em História Moderna e Contemporânea
URI: http://hdl.handle.net/10071/5510
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE_Filantropia_As_Cozinhas_Economicas_de_Lisboa_1893_1911.pdf2.53 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.