Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4130
acessibilidade
Title: Efeitos do paradoxo da divisão desigual do trabalho doméstico na satisfação no relacionamento
Authors: Rilhó, Susana Ribas
Orientador: Correia, Isabel Falcão
Keywords: Trabalho doméstico
Desigualdades entre os géneros
Percepção de justiça
Satisfação no relacionamento
Domestic work
Inequality between genders
Perception of fairness
Marital satisfaction
Issue Date: 2011
Citation: RILHÓ, Susana Ribas - Efeitos do paradoxo da divisão desigual do trabalho doméstico na satisfação no relacionamento [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2011. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4130>.
Abstract: Apesar da maioria das mulheres continuar a realizar a maior parte do trabalho doméstico, em comparação com os seus companheiros, são poucos os homens e mulheres que revelam sentimentos de injustiça perante essa evidente desigualdade entre géneros. A literatura demonstra que poucos são os estudos que analisam os factores que influenciam a percepção de justiça/injustiça dos indivíduos, relativamente à divisão desigual do trabalho doméstico, bem como os que se centram nas reacções e consequências da divisão desigual do trabalho doméstico. Neste sentido, o presente estudo correlacional teve como objectivo analisar a relação entre a percepção de apreciação, relativamente à realização do trabalho doméstico, e a satisfação dos indivíduos com o seu relacionamento, verificando se esta é mediada pela percepção de justiça destes, relativamente à divisão desigual do mesmo. Para isso aplicou-se um questionário a uma amostra de 96 indivíduos casados ou em união de facto. Os resultados revelam que a percepção de apreciação influencia a satisfação com as características da relação, sendo esta relação mediada pela percepção de justiça.
Although the majority of women continue to perform the lion share of household labor, comparative to their husbands and partners, relatively few men and women feel that this arrangement is unfair, despite of those facts. Evidence shows there is much less research on the factors that influence perceptions of injustice/justice related with the unbalanced division of family work and on consequences that result from that unequal division, such as marital satisfaction and psychological well-being. Therefore, the purpose of the present study was to analyze the relation between perceived appreciation of one's work and marital satisfaction, testing if this relation is mediated by perception of fairness related with unequal division of household labor. For that was applied a questionnaire to a sample of 96 married and cohabited couples. The results indicate that perceived appreciation of one's work influences marital satisfaction, and that this relation is mediated by perception of fairness.
URI: http://hdl.handle.net/10071/4130
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
capa_tese.pdf99.04 kBAdobe PDFView/Open
Tese_02-09-11.pdf411.27 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.