Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/20594
acessibilidade
Title: Organizações culturais híbridas: uma alternativa para independência da cultura?
Authors: Santos, Henrique Costa
Orientador: Borges, Vera
Keywords: Cultura
Arte
Gestão cultural
Organizações híbridas
Política cultural
Portugal
Culture
Arts
Cultural management
Hybrid organizations
Cultural policy
Issue Date: 10-Jul-2020
Citation: SANTOS, Henrique Costa - Organizações culturais híbridas: uma alternativa para independência da cultura? [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2020. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/20594>.
Abstract: O universo contemporâneo das artes enfrenta uma redução tendencial do investimento governamental na Cultura, levando artistas e gestores culturais a procurar alternativas que lhes permitam salvaguardar esta área de interesse público. Em Portugal, as organizações culturais sem fins lucrativos, orientadas para o serviço público, enfrentam dificuldades acrescidas de subsistência, no âmbito de um sector cultural com problemas estruturais. O presente trabalho observa o fenómeno de hibridização das organizações culturais enquanto alternativa promotora do seu autofinanciamento, para que possam conciliar a persecução da sua missão cultural, social, artística e a sua independência financeira. Poderá a lógica organizacional das estruturas híbridas constituir uma alternativa para o sector da cultura? Para responder a esta questão, procede-se à análise de três casos de estudo, a Muziekpublique e o MIMA em Bruxelas, e o Gerador em Lisboa, partindo de uma base teórica que observa tendências emergentes de política e gestão cultural.
The contemporary universe of arts faces a tendential decrease in government investment, leading artists and cultural managers to look for alternatives that may safeguard this area of public interest. In Portugal, non-profit cultural organizations, oriented towards public service, face increased difficulties of subsistence within a cultural sector with structural problems. This work approaches hybridization in cultural organizations as a phenomenon that might be an alternative that seeks to promote self-funding, so that these organizations can reconcile the pursuit of their cultural, social, artistic mission and their financial independence. Could the organizational logic of hybrid structures be an alternative for the cultural sector? To answer this question, three case studies are analysed – Muziekpublique and MIMA in Brussels, Gerador in Lisbon – based on a theoretical groundwork that observes emerging trends on cultural policy and cultural management.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/20594
Thesis identifier: 202500411
Designation: Mestrado em Estudos e Gestão da Cultura
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Henrique_Costa_Santos.pdf5.84 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.