Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/17994
acessibilidade
Title: A fotografia impressa de solares, palácios e quintas no contexto editorial do estado novo: divulgação e promoção de um património artístico português
Authors: Guarda, I. V.
Glória, A. C.
Guerreiro, M. R.
Editors: Município de Arcos de Valdevez
Keywords: Casa Nobre
Fotografia
Imprensa periódica
Estado Novo
Issue Date: 2017
Publisher: Município de Arcos de Valdevez
Abstract: Pela sua importância e escala, os solares, os palácios e as quintas constituíram importantes objectos de referência com respeito a um tipo particular de habitação doméstica. O seu valor como património artístico e cultural conheceu aproximações e interesses distintos ao longo do século XX. Tendo como referência o período do Estado Novo, a apropriação do tema funcionou na base de uma dupla valorização, enquanto património histórico e artístico e como objecto de interesse turístico. Neste contexto, a fotografia desempenhou um importante papel no modo como permitiu dar a conhecer a arquitectura e os interiores destes edifícios, com uma divulgação significativa na imprensa períodica. Procurava-se por um lado resgatar a identidade destes monumentos nos termos da herança da arquitectura portuguesa, e por outro, enunciar uma estratégia assente na sua conversão como espaços de referência. Tomando como objecto de trabalho as fotografias publicadas dos solares, palácios e quintas em diversas periódicos deste período, o objectivo deste artigo é analisar o papel da fotografia deste património arquitectónico. Mais concretamente, que importância tem este documento e qual a sua relevância do ponto de vista historiográfico? Existe um forte manancial de imagens que, a par do papel de divulgação histórico ou patrimonial, funcionam como reforço de valores nacionais, particularmente com a construção de um ideário de arquitectura portuguesa. Paralelamente, estas permitem documentar os vários períodos da vida dos edifícios, divulgando o trabalho de diferentes orgãos oficiais do estado e a acção dos privados na sua reabilitação e valorização. A hipótese de trabalho radica assim na valorização da fotografia como documento de estudo destes monumentos, em paralelo com as fontes escritas e cartográficas, à qual não tem sido dada a devida relevância por parte da literatura especializada, em particular nos domínios da história de arte e arquitectura. A metodologia de trabalho assenta assim sobre o inventário e sistematização das imagens provenientes de um conjunto de publicações selecionadas, entre elas: a Panorama, Architectura Portuguesa e Eva. A análise destas publicações permitiu constatar um recurso consistente da fotografia, como importante veículo de propaganda, mas também como importante processo documental e historiográfico. É a relação entre estes dois campos que se pretende explorar mais profundamente neste trabalho.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/17994
Ciência-IUL: https://ciencia.iscte-iul.pt/id/ci-pub-45699
Appears in Collections:CIES-CRI - Comunicações a conferências internacionais
CRIA-CRI - Comunicações a conferências internacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Resumo comunicação - Os Solares Portugueses na Imprensa Períodica do Estado Novo (1).pdfPré-print355.83 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.