Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/9241
acessibilidade
Title: As dificuldades dos refugiados no acesso ao mercado de trabalho em Luanda: caso Município de Viana
Authors: Zacarias, Guilherme Tango
Orientador: Carvalho, Clara
Keywords: Refugiado
Mercado de trabalho
Sobrevivência familiar
Exclusão social e marginalização
Refugee
Labor market
Family survival
Social exclusion and marginalization
Issue Date: 2014
Citation: ZACARIAS, Guilherme Tango - As dificuldades dos refugiados no acesso ao mercado de trabalho em Luanda: caso Município de Viana [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/9241>.
Abstract: A presente dissertação é resultado de um estudo etnográfico realizado em Luanda, município de Viana, com uma abordagem quantitativa e qualitativa. Participaram no estudo um total de 88 refugiados chefes de família residentes no bairro Gica II, o estudo visou compreender o quotidiano dos refugiados sobretudo no acesso ao mercado de trabalho. O fenómeno da migração é bastante complexo, atualmente regista-se números consideráveis de migrantes e requerentes de asilo em relação o passado, o que leva a concluir que estes fluxos são maioritariamente de fórum económico, diante desta realidade o estado angolano tem encontrado dificuldades na atribuição do estatuto de refugiados, o que torna o processo muito burocrático. Segundo a constatação, não só em Luanda como em outros locais de acolhimento estes indivíduos enfrentam inúmeras dificuldades no acesso aos bens serviços. Assim, com a inexistência de políticas concretas por parte do estado que visa a melhoria das condições sociais e económicas dos mesmos, os remete a um discurso de exclusão social e marginalização, traduzidos essencialmente na falta de acesso a cidadania (documentação), ao mercado de trabalho e nos recursos precários provenientes de pequenas atividades informais para garantir a sobrevivência familiar.
The present dissertation is the result of an ethnographic study conducted in Luanda, district of Viana, using the quantitative and qualitative approaches. Participated in the study a total of 88 heads of refugee families living in the neighborhood of Gica II. The study aimed to understand the daily life of these refugees, particularly in the labor market access. The migration phenomenon is such a complex, and we currently register considerable numbers of migrants and asylum seekers in relation to the past, which lead us to the conclusion that these flows are due to economic reasons, and the Angolan state or government normally faces difficulties in assigning the refugee status, making the process very bureaucratic. According to the findings, this happens not only in Luanda but elsewhere hosting these individuals, facing many difficulties in the access to goods and services. Therefore, with the lack of concrete policies by the state aiming to improve their social and economic conditions, they may consider themselves socially marginalized and excluded, this mainly because of the lack of access to citizenship (documentation, e.g. ID), access to work and to the precarious resources from small informal activities to ensure their families survival.
Description: Mestrado em Antropologia, especialização em Globalização, Migrações e Multiculturalismo
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/9241
Thesis identifier: 201009129
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese_Guilherme Zacarias.pdf3.39 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.