Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/9142
acessibilidade
Title: Modus operandi dos abusadores sexuais: características identificadas nas crianças abusadas
Authors: Marques, Cristina Isabel Silveira
Orientador: Aguiar, Cecília
Agulhas, Rute
Keywords: Psicologia forense
Questões jurídicas
Prevenção criminal
Abuso sexual de crianças
Processo de sedução da vítima
Forensic psychology
Legal issues
Crimes prevention
Child sexual abuse
Victim grooming
Issue Date: 2014
Citation: MARQUES, Cristina Isabel Silveira - Modus operandi dos abusadores sexuais: características identificadas nas crianças abusadas [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/9142>.
Abstract: O abuso sexual de crianças tornou-se, a partir dos anos 70/80 do Século XX, uma preocupação social mundial. Dada a elevada prevalência desta problemática, demonstra-se necessário desenvolver programas de prevenção primária, tendo esta investigação o objetivo de contribuir com conhecimento empírico que permita desenhar esses programas. Neste sentido, procura-se compreender o ajustamento do modus operandi implementado pelo perpetrador às características das crianças abusadas. Para tal, realizaram-se entrevistas com 31 reclusos, condenados por crimes contra a autodeterminação sexual, que assumiam a sua autoria. As entrevistas foram submetidas a um processo de codificação baseado nos princípios da metodologia da Grounded Theory e esse processo foi validado por um segundo codificador. Os resultados obtidos permitem identificar fatores de risco associados às vítimas e perceções distorcidas dos perpetradores acerca dos comportamentos destas, que influenciam o ajustamento de estratégias de sedução pelos abusadores, visando iniciar e manter o abuso, prevenindo, concomitantemente, que meio envolvente e vítimas denunciem o crime. A maioria dos crimes é revelada pela vítima. Sugerem, também, estratégias de prevenção primária: dever de denúncia do abuso sexual; educação das crianças (em contexto familiar e escolar) no sentido de dizerem não ao potencial abuso e afastarem-se de pessoas que lhe transmitam sentimentos de ansiedade/aflição; promoção da comunicação funcional entre família e crianças. Conclui-se que os programas de prevenção primária deverão potenciar a capacidade das vítimas para se afastarem da situação abusiva e promover as suas competências comunicacionais, de assertividade e resolução de problemas, bem como fornecer instrumentos às comunidades para detetarem o abuso.
Child sexual abuse has become, since 1970/1980, a social concern worldwide. Given the high prevalence of this problem, it is necessary to develop sexual abuse primary prevention programs, being the objective of this research to contribute to empirical knowledge that allows designing these programs. Therefore, this research seeks to understand the adjustment of the modus operandi implemented by perpetrators to the characteristics of the abused children. To this end, interviews were conducted with 31 prisoners convicted of crimes against sexual selfdetermination, which admitted their crime. The interviews were subjected to a coding process based on the principles of Grounded Theory methodology and this process has been validated by a second encoder. The results obtained allow us to identify risk factors associated to victims, as well as distorted perceptions of perpetrators about their behaviors, that influence the adjustment of seduction strategies by abusers, aiming to initiate and maintain the abuse, preventing, concomitantly, the victims or environment around them to report the crime. Victims reveal most of the crimes. Suggest also strategies for primary prevention: duty to report sexual abuse; education of the children (in the familial and school context) to say no to a potential abuse and move away from persons that transmit them feelings of anxiety/distress; promoting funcional communication between family and children. It is concluded that primary prevention programs should enhance the ability of victims to move away from the abusive situation and promote their communication, assertiveness and problem resolution skills and provide communities with tools to detect sexual abuse.
Description: Mestrado em Psicologia Comunitária e Protecção de Menores. / Classificação da American Psychological Association (APA): [4200] Psicologia Forense e Questões Jurídicas, [4270] Prevenção Criminal
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/9142
Thesis identifier: 201061597
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
2014_ECSH_DPSO_Dissertacao_Cristina Isabel Silveira Marques.pdf4.18 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.