Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7535
acessibilidade
Title: Estudos africanos e literatura: alternativas a produção de conhecimento?
Authors: Soares, Eliane Veras
Keywords: Literatura
Conhecimento
Sociologia
literatura em África
Issue Date: 2014
Publisher: Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Abstract: Quando se analisa o debate acerca das literaturas africanas, o sistema de classificação “africano” “não-africano” vem à tona revelando tensões diversas. A primeira delas está relacionada ao idioma em que estas literaturas são produzidas. Em África, ao contrário do que ocorreu no continente americano, a legitimidade das literaturas produzidas em línguas européias foi colocada em xeque, como se não fosse possível haver uma literatura africana escrita em idiomas europeus. Outra tensão diz respeito à origem e/ou ao pertencimento racial dos escritores. Tomando como exemplo o caso moçambicano, é possível verificar o escrutínio realizado nos primórdios da Associação de Escritores de Moçambique na tentativa de definir critérios para uma literatura nacional. Nesta apresentação proponho uma discussão que passa por outro tipo de tensão, a meu ver ainda pouco problematizada, aquela que estabelece um separação, e ao mesmo tempo uma hierarquia, entre literatura e produção do conhecimento. As relações entre a literatura e o conhecimento (científico) não parecem satisfatoriamente resolvidas, seja pela sociologia do conhecimento, seja pela sociologia da literatura. No primeiro caso, a literatura pode ser concebida como uma forma de conhecimento, mas tem preservada sua “natureza ficcional”, diversa do conhecimento científico. No segundo caso, o que se considera é a dimensão social da literatura e o modo como ela pode expressar de modo exagerado, distorcido, controverso a realidade, sem com ela confundir-se. O argumento que procuro desenvolver não propõe uma equivalência entre literatura e conhecimento científico. Busca explorar novos caminhos em que a literatura seja encarada como uma epistemologia válida para a compreensão das dinâmicas sociais. Esse procedimento, certamente, deve ser exercitado pelo cientista social. Para dar forma a esta reflexão, ainda de caráter exploratório, trago aqui alguns pontos críticos referentes ao meu duplo processo de inserção na temática dos estudos africanos, de um lado, e da sociologia da literatura, por outro,. Com isso, tento problematizar em um novo estado as questões de caráter teórico-epistemológico referentes à produção do conhecimento. Sinalizo antecipadamente que o estado da arte desta reflexão ainda não consegue trazer respostas, mas tenta, antes, elaborar questionamentos que circunscrevam de modo mais preciso onde a pesquisa sistemática, considerando essas formas específicas de produção, poderá nos levar.
URI: http://hdl.handle.net/10071/7535
ISBN: 978-989-732-364-5
Appears in Collections:CEI-CLN – Autoria de capítulos de livros nacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Veras_Eliane_ECAS_2013.pdf788.43 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.