Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7483
acessibilidade
Title: Representa red eyes gang: das redes de amizade ao hip hop
Authors: Raposo, Otávio Ribeiro
Orientador: Cordeiro, Graça Índias
Keywords: Cultura juvenil
Música rap
Estilo de vida
Identidade
Youth culture
Rap music
Life style
Identity
Issue Date: 2007
Citation: RAPOSO, Otávio Ribeiro - Representa red eyes gang: das redes de amizade ao hip hop [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2007. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7483>.
Abstract: Esta tese é um estudo de caso sobre a problemática das culturas juvenis em contexto urbano e a produção das suas sociabilidades e estilos de vida. O seu trabalho de campo circunscreveu-se à Freguesia da Arrentela (Seixal), pano de fundo da acção colectiva do grupo de jovens Red Eyes Gang. Maioritariamente descendentes de imigrantes africanos, os integrantes desta crew tentam construir identidades positivas (ao recusar os discursos que os representam como “feios, porcos e maus”), num contexto marcado pela pobreza e estigmatização. Este grupo informal apropria-se do estilo rap com uma postura que visa pôr em causa as noções dominantes sobre o seu lugar social, contribuindo na construção de novos significados sobre a sua identidade enquanto jovens, pobres e negros. Ao mesmo tempo, o estilo rap serve de resistência e demarcação aos valores oficiais da sociedade e desenvolve alternativas de inserção social num contexto marcado pela fragilidade das instituições do Estado. Embora os jovens Red Eyes Gang partilhem identificações e estilos de vida, estes adquirem contornos múltiplos. Se há questões importante que os unificam – caso contrário não faria sentido a existência deste colectivo –, há outras que os diferenciam e que estão em disputa no seu interior. Por isso, há diferentes formas de ser jovem e de se apropriar do estilo rap no interior do grupo, o que contraria os discursos que apresentam os jovens das classes desfavorecidas sob uma óptica homogénea e pouco dinâmica.
The present thesis is a case study of youth cultures in urban settings and of their socialization strategies and life styles. The field work was carried out in the borough of Arrentela (Seixal), which provides the background to the collective action of the Red Eyes Gang. The members of this crew, which are mostly descendants of African immigrants, try to create positive identities (by refusing the discourses that represent them as “ugly, dirty and mean”) in a setting characterized by poverty and stigmatization. This informal group uses rap in a way as to challenge the dominant notions about their social roles, contributing to the production of new meanings to their identity as youngsters, poor and black. Rap serves as a means of resistance to and demarcation from the official social standards and at the same time develops social insertion alternatives in a setting characterized by the weakness of State institutions. Even though the Red Eyes Gang members share identities and life styles, these acquire different shapes. While there are important issues that unite them – otherwise the existence of the group would make no sense – others differentiate them and are in dispute. Therefore, there are different ways of being young and of using rap within the group, which is in contradiction to the discourses that portray lower class youngsters from a homogeneous and very little dynamic perspective.
Description: Mestrado em Antropologia Urbana
URI: http://hdl.handle.net/10071/7483
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Representa Red Eyes Gang. Das redes de amizade ao hip hop.pdf3.29 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.