Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6208
acessibilidade
Title: Mobilidade ocupacional em portugal: uma análise comparativa entre géneros
Authors: Marques, Filipa Clara Albuquerque
Orientador: Simões, Nádia
Keywords: Mobilidade ocupacional ascendente e descendente
Ranking ocupacional
Género
Portugal
Upward and downward occupational mobility
Occupational ranking
Gender
Portugal
Issue Date: 2012
Citation: MARQUES, Filipa Clara Albuquerque - Mobilidade ocupacional em portugal: uma análise comparativa entre géneros [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6208>.
Abstract: Este trabalho tem por objetivo caracterizar o fenómeno da mobilidade ocupacional em Portugal e, em particular, avaliar em que medida as trajetórias de mobilidade entre homens e mulheres se diferenciam. Com esse intuito serão usados dados longitudinais dos “Quadros de Pessoal” referentes ao período de 1999 a 2009. Depois de hierarquizadas as ocupações a três dígitos de acordo com os salários médios por hora concluímos que a mobilidade ocupacional total é de 13,1% sendo mais acentuada no grupo dos indivíduos do sexo masculino. Adicionalmente foi estimado um modelo multinomial no qual foram considerados quatro grupos de variáveis explicativas: características sociodemográficas dos trabalhadores, capital humano, características do emprego e características da empresa. Os resultados mostram que existem diferenças significativas entre géneros: as mulheres apresentam menor mobilidade ocupacional ascendente e os homens experienciam mais movimentos ocupacionais descendentes. Os resultados ainda revelam que outros determinantes importantes são essenciais para explicar a mobilidade ocupacional, como por exemplo, a idade, as habilitações escolares, a antiguidade, entre outros.
This study aims to investigate if gender influences the pattern of occupational mobility from 18 to 64 years in Portugal over the 1999-2009 period. The empirical analysis is based on longitudinal data from “Quadros de Pessoal”. An occupational ranking scheme is used including 107 occupational groups based on 3-digit occupations codes ranked by mean occupational hourly earnings. From this occupational ranking we can estimate a multinomial model that predicts the variations of occupation shifts on upward or downward mobility rates. The analysis reveals differences between men and women: women has a lower probability of upward mobility but are less likely to experience downward mobility than men. The results also reveal the importance of some other determinant factors.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6208
Designation: Mestrado em Economia
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.