Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5121
acessibilidade
Title: O Ensino na Política Islâmica do Moçambique Colonial: Da ansiedade islamofóbica à miragem do “Islão português”
Authors: Machaqueiro, Mário Artur
Keywords: Islão
Colonialismo português
Islamofobia
Ensino islâmico
Moçambique
Escolas corânicas
Islam
Portuguese colonialism
Islamophobia
Islamic education
Koranic schools
Mozambique
Issue Date: Jun-2013
Publisher: Centro de Estudos Africanos do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
Abstract: Ao longo da trajectória colonial, a abordagem do Islão moçambicano pelas autoridades portuguesas passou de uma islamofobia renitente, por vezes com gestos esporádicos de aproximação, para um programa de sedução das lideranças islâmicas, desenvolvido entre 1968 e 1974. Partindo deste quadro evolutivo, o presente artigo procura traçar a transformação das políticas dedicadas ao ensino islâmico em Moçambique. Se o tempo islamofóbico viu nesse ensino um factor de “desnacionalização” da população colonizada, o período seguinte encarou-o como obstáculo à ideia de um “Islão português”, obstáculo que alguns pensaram contornar subordinando as escolas corânicas ao sistema oficial de ensino. O artigo analisa também as tensões suscitadas por estas políticas, focando a reacção de hostilidade por parte do meio católico mais conservador.
During the Portuguese colonial rule, the approach to Mozambican Islam evolved from a stubborn Islamophobia, sometimes with interspersed gestures of understanding, to a program aimed at seducing the Islamic leadership, developed between 1968 and 1974. With such an evolution in mind, this article tries to describe the changes in the policies that framed the Islamic education in Mozambique. Whereas the Islamophobic period thought the Islamic education was de-nationalizing the colonized population, the latter period deemed it a hindrance to the idea of a “Portuguese Islam”, an obstacle that some agents planned to overcome by subordinating the Koranic schools to the official education system. The article also analyses the tensions these policies aroused, particularly the hostile reactions of conservative Catholicism.
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/5121
ISSN: 1645-3794
Appears in Collections:CEI-RN - Artigos em revistas científicas nacionais com arbitragem científica

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
n25a07.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.