Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5003
acessibilidade
Title: Da educação permanente à aprendizagem ao longo da vida e à Validação das aprendizagens informais e não formais: recomendações e práticas
Authors: Aníbal, Alexandra
Keywords: educação de adultos
educação permanente
Aprendizagem ao longo da vida
validação de aprendizagens não formais e informais
Adult education
Adult continuing education
lifelong learning
validation of nonformal and informal learning.
Issue Date: 2013
Publisher: CIES-IUL
Series/Report no.: CIES e-Working Paper
147/2013
Abstract: No presente working paper viaja-se pela história da educação de adultos a partir da intervenção de entidades como a UNESCO, a OCDE e a União Europeia. Caraterizam-se os dois principais paradigmas neste campo, nomeadamente a Educação Permanente e a Aprendizagem ao longo da Vida, e as suas consequências ao nível das políticas públicas. Emergindo do segundo destes paradigmas, o processo de validação de aprendizagens não formais e informais, forma inovadora de encarar o ato de aprender e a certificação, encontra-se em expansão na União Europeia, concretizando-se em diferentes dispositivos de validação, que apresentam denominadores comuns (decorrentes das orientações europeias) mas também especificidades locais (fruto das diferenças na organização dos sistemas políticos e educativos de cada Estado). Analisam-se alguns desses dispositivos e apresentam-se algumas das caraterísticas do sistema português que o tornam singular e um dos mais desenvolvidos da Europa.
In this working paper we travel in the history of adult education, focusing in the intervention of organizations such as UNESCO, OECD and the European Union. We characterize the two main paradigms in this field, Adult Continuing Education and Lifelong Learning and its consequences in terms of public policies. Emerging from the second of these paradigms, the validation of learning outcomes acquired through non-formal and informal learning, an innovative way of looking at the act of learning and at certification, is expanding in the European Union, materializing in different validation devices that have common principles (due to the European guidelines) but also local differences (due to the political and educational systems of each state). We examine some of these devices and present some of the characteristics of the Portuguese system, that make it unique and one of the most developed systems in Europe.
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/5003
ISSN: 1647-0893
Appears in Collections:CIES-WP - Working papers

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CIES_WP147_Alexandra Anibal.pdf528.74 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.