Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4037
acessibilidade
Title: Augusto Bastos e Viana de Almeida: afirmações possíveis de crioulidade nos anos 30 do século XX
Authors: Costa, Cátia Miriam
Keywords: Crioulidade
Identidade
Literatura
Jornalismo
Creole
Identity
Literature
Journalism
Issue Date: Nov-2012
Publisher: Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Estudos Africanos (CEA-IUL)
Abstract: Augusto Bastos e Viana de Almeida são dois autores mestiços, um angolano e o outro santomense, alternando a sua vida entre Portugal e as suas terras de origem. Escritores, cuja profissão principal não é a escrita, representam duas gerações diferentes, publicando ambos nos anos 30 do século XX, decénio em que as comunidades crioulas conhecem o auge de um progressivo controlo e silenciamento. A literatura e o jornalismo tornam-se as únicas armas possíveis a serem utilizadas, quando todos os meios de progressão económica e social se vão esbatendo e as iniciativas da sociedade civil começam a ser fortemente controladas na sua atividade, sendo algumas destas proibidas. A expressão textual passa, então, a ser a única forma de afirmação cultural própria.
Augusto Bastos e Viana de Almeida são dois autores mestiços, um angolano e o outro santomense, alternando a sua vida entre Portugal e as suas terras de origem. Escritores, cuja profissão principal não é a escrita, representam duas gerações diferentes, publicando ambos nos anos 30 do século XX, decénio em que as comunidades crioulas conhecem o auge de um progressivo controlo e silenciamento. A literatura e o jornalismo tornam-se as únicas armas possíveis a serem utilizadas, quando todos os meios de progressão económica e social se vão esbatendo e as iniciativas da sociedade civil começam a ser fortemente controladas na sua atividade, sendo algumas destas proibidas. A expressão textual passa, então, a ser a única forma de afirmação cultural própria.
URI: http://hdl.handle.net/10071/4037
ISBN: 978-989-732-089-7
Appears in Collections:CEI-CLN – Autoria de capítulos de livros nacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Costa_STP_583_595.pdf291.1 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.