Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/3478
acessibilidade
Title: Dinâmicas de resiliência social nos discursos e práticas tokoístas no Icolo e Bengo
Authors: Paxe, Abel Marcelino Vieira
Orientador: Milando, João
Keywords: Resiliência social
Capital social
Religião
Violência
Identidade
Social resiliency
Social capital
Religion
Violence
Identity
Issue Date: 2009
Citation: PAXE, Abel Marcelino Vieira - Dinâmicas de resiliência social nos discursos e práticas tokoístas no Icolo e Bengo [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/3478>.
Abstract: Esta Dissertação pretende ser uma contribuição para o estudo da problemática da construção de uma identidade nacional/territorial integrada em Angola. Tem como objecto o modo como certas crenças e práticas religiosas, no Icolo e Bengo, estiveram relacionadas com determinadas “estratégias de sobrevivência” face ao projecto político de produção de identidades sociais integradas. Analisam-se as percepções dos prosélitos tokoístas sobre os discursos e práticas resultantes das políticas religiosas do MPLA/Estado, assim como os “expedientes de sobrevivência” de prosélitos tokoístas locais, certas dinâmicas de capital social sustentadas pelas tribos e classes da mesma igreja. O estudo sugere que, os prosélitos tokoístas no Icolo e Bengo mantiveram uma significativa capacidade de auto-regulação, não obstante os constrangimentos derivados de determinadas políticas religiosas adoptadas pelo MPLA/Estado. O trabalho de campo foi feito entre Abril e Julho de 2008, e envolveu prosélitos tokoístas que residem em Icolo e Bengo, alguns anciãos e conselheiros da Igreja central de Luanda, e algumas pessoas que não sendo prosélitos, são no entanto conhecedoras da problemática em análise.
This dissertation seeks to be a contribution for the study of the construction of an integrated national/territorial identity in Angola problematic. The object of the study is to analyze the way some religious beliefs and practice, in Icolo e Bengo, was connected to the setting up of “survival strategies” due to the production of integrated social identities. The field work was carried out between April and July 2008, and targeted tokoístas followers who live in Icolo e Bengo, some anciãos e conselheiros (counselors) of Luanda Central Church, and some people – though not being followers of tokoism, are acquainted to the issues of the study. The paper will discuss issues such as: 1) the perception of tokoism followers about the discourse and practices that have resulted from MPLA /State religious policies; 2) the nurturing of “survival practices” in some tokoistas followers’deeds in Icolo e Bengo; 3) the search for elements in “tribos and classes”that may generate some dynamics of social capital. In this perspective, it shall be suggested that through religion, the tokoism followers in Icolo e Bengo kept a significant capacity of self – regulation in spite of the hindrances resulted from some religious policies adopted by MPLA / State.
URI: http://hdl.handle.net/10071/3478
Designation: Mestrado em Estudos Africanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertaçao Mestrado.pdf2.36 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.