Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/3129
acessibilidade
Title: Incorporação e desincorporação em museus: história, realidade e perspectivas futuras
Authors: Luna, Maria Isabel Soares de
Orientador: Dias, Nélia
Keywords: Museus
Incorporação
Desincorporação
Objectos de museu
Cultura material
Museologia
Museums
Accession
Deaccession
Museum objects
Material culture
Museology
Issue Date: Dec-2011
Citation: LUNA, Maria Isabel Soares de - Incorporação e desincorporação em museus: história, realidade e perspectivas futuras [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2011. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/3129>.
Abstract: A presente dissertação aborda e define os processos de incorporação e de desincorporação de objectos nos museus, entendendo o museu enquanto conceito universal,isto é, atravessando tipologias museais e fronteiras geográficas. As questões que envolvem a incorporação, a permanência e a desincorporação de objectos no museu são aqui examinadas, bem como analisados os seus conceitos . Com base numa análise teórica, pretendem encontrar-se respostas para questões como "o que guardam os mueseus?", "porque razões o guardam?" e "para que servem e a quem interessam os objectos de museu?". São analisados dois sistemas museológicos aparentemente opostos, em que o maior ou menor grau de "desprendimento" relativamente aos objectos, revela dois modos diferentes de ver e interpretar a instituição museal: o sistema anglo-saxónico, centralizado nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, caracterizado pela visão do museu enquanto museu-escola, e o sistema latino, centralizado na França, caracterizado pela visão do museu enquanto museu-templo. Sensivelmente entre os dois situa-se o modelo português. Claramente derivado da tradição francesa, por óbvias razões culturais, seria contudo marcado pela tradição britânica. Assim, percebe-se, pela análise do estatuto das colecções públicas portuguesas que, não obstante a enunciação inequívoca - mas não enfática - da sua inalienabilidade, se tenham previsto tantas portas de saída para os objectos.
URI: http://hdl.handle.net/10071/3129
Designation: Mestrado em Museologia: Conteúdos Expositivos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
IncDesincMuseus-MILuna.pdf3.32 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.