Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2349
acessibilidade
Title: Relações entre as fonologias das línguas crioulas de STP e a ‘proposta ortográfica’ ALUSTP
Authors: Araujo, Gabriel
Keywords: Línguas crioulas de base portuguesa
Ortografia
Fonologia
São Tomé e Príncipe
Issue Date: 2-Mar-2011
Abstract: Neste trabalho, discutirei as relações entre as fonologias das línguas crioulas de São Tomé e Príncipe (stp) e o anteprojeto da proposta ortográfica unificada do Alfabeto Unificado para a Escrita das Línguas Nativas de S. Tomé e Príncipe (alustp): o São-tomense (Fôlo ou Forro), o Angolar (ou Ngola) e o Principense (Lung’iê). Assim, apresentarei, em primeiro lugar, as ‘ortografias autorais’ utilizadas anteriormente e, em seguida, mostrarei as principais características do alustp, destacando os seus pontos positivos e negativos. Tanto em stp como em outros países da África, o planejamento linguístico das línguas crioulas mostra-se problemático devido a questões relativas à oficialização, à manutenção, à codificação e à padronização destas línguas, que comumente convivem em ambientes multilíngues e/ou em situação de diglossia. Contudo, propostas ortográficas oficiais têm se mostrado de grande importância, posto que o uso de material linguístico (como gramáticas, dicionários etc.) auxilia o aprendizado das línguas crioulas nas escolas e as tornam línguas de prestígio.
In this paper, I will discuss the relationship between Portuguese-based Creole languages phonologies of São Tome and Principe (STP) and the draft of the ‘Unified Alphabet for the Languages of STP’ (Alfabeto Unificado para a Escrita das Línguas Nativas de S. Tomé e Príncipe, ALUSTP, for short): the Santomean (São-tomense or Fôlo), the Angolar (or Ngola) and Principense (or Lung'iê). In order to do so, first, I will present some orthographies previously used. Then, I will present phonological features of these languages and show the main features of ALUSTP, highlighting their strengths and weaknesses. In STP, language planning proves to be problematic due to issues relating to the codification, maintenance and standardization of local languages, which commonly exist in multilingual environments and/or in diglossia context. However, elsewhere, official orthography proposals have proved of great value, since the use of linguistic materials (such as grammars, dictionaries etc.) improves the use of these languages in society and make them more prestigious, increasing their chance of survival.
Peer reviewed: Não
URI: http://hdl.handle.net/10071/2349
Appears in Collections:CEI-CRN - Comunicações a conferências nacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CIEA7_42_ARAUJO_Relações entre as fonologias das línguas crioulas.pdf401.57 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.