Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2013
acessibilidade
Title: OpRisk: The challenges of Basel Advanced Approach
Authors: Carloto, Carla Sofia Santos
Orientador: Ferreira, Miguel
Keywords: Operational Risk
Monte Carlo Simulation
Basel
Capital Adequacy Model for Operational Risk
Risco Operacional
Simulação de Monte Carlo
Acordo de Basileia
Modelo de Adequacidade de Capital de Risco Operacional
Issue Date: 5-Aug-2010
Citation: CARLOTO, Carla Sofia Santos - OpRisk: The challenges of Basel Advanced Approach [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/2013>.
Abstract: Operational Risk is defined by Basel Committee as “the risk of loss resulting from inadequate or failed internal processes, people and systems or from external events.” Since the beginning, all institutions know that operational risk is present in their activities, but just when Basel Committee introduced as mandatory to have regulatory capital requirements, institutions change their focus from Credit Risk and Market Risk to manage operational risk as a way to reduce regulatory capital. To present some alternative models to be support Advanced Approach, I investigate possible approaches and available statistical distributions that better explain factors/variables like operational risk losses using public data. From the reports published by ORX and FED, I simulate capital requirements using different distributions for each Business Line and Event type, and compare final results and behaviors. The important conclusion of this paper is that is critical to consider all four elements to build a soundness model to estimate capital needs with internal models. The model should be suitable for the reality of institutions rather than be evaluated as the best in statistical measures. More than be regulatory requirement these internal models should be considered an important tool for risk management.
Risco Operacional é definido pelo Comité de Basileia como o “Risco de perdas em resultado da inadequação ou falha de processos internos, pessoas, sistemas ou eventos externos”. Desde sempre que as Instituições tem conhecimento da existência de Risco Operacional, mas apenas quando o Comité introduziu como requisito obrigatório no cálculo de capital regulamentar, que as instituições alteraram o enfoque da sua gestão de risco do Risco de Crédito e de Mercado para a gestão do Risco Operacional para optimizarem o capital regulamentar. Para apresentar modelos alternativos de suporte à Abordagem Avançada do ponto de vista quantitativo, investiguei possíveis abordagens e distribuições estatísticas que melhor explicassem os acontecimentos de risco operacional recorrendo a dados públicos. Dos relatórios publicados pela ORX e FED, simulei os requisitos de capitais por cada Linha de Negócio e Tipo de Evento recorrendo a diferentes distribuições e comparando os resultados finais, assim como, o comportamento das mesmas. A conclusão importante deste estudo é que é crucial considerar os quatro elementos para a construção de um modelo interno robusto para estimar as necessidades de capital. O modelo deve reflectir a realidade das instituições e não apenas obter melhores medidas estatísticas em relação à sua qualidade. Mais do que um requisito regulamentar, os modelos internos devem ser considerados uma importante ferramenta para a gestão de risco nas instituições.
URI: http://hdl.handle.net/10071/2013
Designation: Mestrado em Finanças
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
20090930.TeseOPRisk_CCarloto_vfinal.pdf4.74 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.