Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19462
acessibilidade
Title: As Organizações Não Governamentais para o Desenvolvimento portuguesas perante tendências globais
Authors: Pessanha, Mariana Garcia
Orientador: Carvalho, Ana Catarina Larcher das Neves Santos
Keywords: Desenvolvimento
Tendências globais
ONGD portuguesas
Cooperação internacional
Development
Global trends
Portuguese NGDOs
International cooperation
Economia do desenvolvimento
ONG Organização não-governamental
Financiamento
Portugal
Issue Date: 16-Dec-2019
Citation: PESSANHA, Mariana Garcia - As Organizações Não Governamentais para o Desenvolvimento portuguesas perante tendências globais [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19462>.
Abstract: Num mundo em rápida mudança, o papel das Organizações Não Governamentais no mundo é afetado por múltiplas tendências. Vários estudos analisam as tendências mais importantes para as ONG com vista a refletir sobre como elas se podem adaptar mantendo a sua relevância. No entanto, estes estudos refletem principalmente a perspetiva de organizações internacionais invisibilizando prioridades e preocupações que são diferentes de contexto para contexto (Hailey, 2016). Esta dissertação procura compreender a análise que os atores sociais portugueses fazem das tendências mais relevantes para as Organizações Não Governamentais para o Desenvolvimento (ONGD) Portuguesas. Para tal, realizámos entrevistas semiestruturadas a ONGD e outros atores sociais (jornalistas, políticos, académicos, atores do setor privado, fundações) e ainda um questionário "online". Sustentámos esta investigação na reflexão crítica sobre os conceitos de Desenvolvimento e Cooperação, procurando compreender que desafios se levantam à ONGD em Portugal. Da análise destacamos algumas Tendências Globais comuns às identificadas noutros estudos tais como as migrações, as alterações geopolíticas e a emergência de novos atores da cooperação - em particular o setor privado. No entanto, é também aparente que a prioridade é dada a tendências específicas das políticas e estratégias da Cooperação Portuguesa, nomeadamente à diminuição do peso político da Cooperação, às alterações no financiamento e à crescente importância da Cooperação Delegada. Este trabalho poderá ser um ponto de partida para uma reflexão que envolva vários atores sociais sobre o futuro das ONGD em Portugal e sobre como se podem adaptar às mudanças globais, mantendo o seu papel de transformação social.
In a rapidly changing world, the role of Non-Governmental Organizations (NGO) is affected by multiple trends. Several studies analyze the most important trends for NGOs in order to reflect on how they can adapt to such changes while continuing to ensure their relevance. However, these studies mainly reflect the perspective of international organizations undermining priorities and concerns that are different from context to context (Hailey, 2016). This dissertation seeks to understand the analysis by Portuguese social actors of the most relevant trends for Portuguese Non-Governmental Development Organizations (NGDOs). To this end, we conducted semi-structured interviews with NGDOs and other social actors (journalists, politicians, academics, private sector actors, foundations) and an online questionnaire. We supported this research in a critical reflection on the concepts of Development and Cooperation, seeking to understand the challenges faced by NGDOs in Portugal. The analysis highlights some global trends common to those identified in other studies, such as migration, geopolitical changes and the emergence of new development actors - in particular the private sector. However, it is also apparent that priority is given to specific trends in Portuguese cooperation policies and strategies, namely the reduction of the political weight of development cooperation, changes in funding and the growing importance of Delegated Cooperation. This work may be a starting point for a reflection that involves various social actors on the future of NGDOs in Portugal and on how they can adapt to global changes, maintaining their role of social transformation.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19462
Thesis identifier: 202344967
Designation: Mestrado em Estudos de Desenvolvimento
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_mariana_garcia_pessanha.pdf1.89 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.