Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19455
acessibilidade
Title: A influência das marcas na rendibilidade do sistema bancário português
Authors: Fonseca, Jéssica Filipa Freitas da
Orientador: Lagoa, Sérgio
Mendonça, Sandro
Keywords: Rendibilidade
Sistema bancário
Marca
Profitability
Banking system
Trademarks
Innovation
Inovação
Portugal
Issue Date: 10-Dec-2019
Citation: FONSECA, Jéssica Filipa Freitas da - A influência das marcas na rendibilidade do sistema bancário português [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19455>.
Abstract: O sistema bancário tem apresentado rendibilidades divergentes nos últimos tempos e sofrido alterações profundas. Tem-se verificado uma evolução e mudança na sociedade, o que desafia o mercado financeiro a responder com novos produtos, novas operações e novas formas de se promover. Atualmente, numa perspetiva competitiva, a marca é vista como um ativo com grande relevância para o sistema financeiro, uma vez que se trata de um indicador fundamental para mapear os processos de diferenciação. Desta forma, o presente estudo tem como principal objetivo analisar o impacto das marcas, como fator diferenciador, na rendibilidade do Sistema Bancário Português. A análise foi efetuada através de uma base de dados composta por todas as marcas comerciais nacionais pedidas entre 2001-2017 pelos maiores bancos a operar em Portugal, bem como outras variáveis passíveis de influenciar a rendibilidade. Com a análise efetuada, concluímos que bancos mais pequenos são bancos com maiores rendibilidades, mas que as marcas não afetam de forma estatisticamente significativa este indicador. Por outro lado, bancos com mais pedidos de marcas comerciais, quer marcas inovadoras e não inovadoras, são os que têm maior volume de crédito.
The banking system has shown divergent returns recently and has undergone some changes. There has been an evolution and change in society, which challenges the financial market to respond with new products, new operations and new ways to promote itself. Nowadays, from a competitive perspective, the trademark is seen as an asset with great relevance to the financial system, since it is a central indicator to map the differentiation processes. This way the present study aims to analyse the impact of brands as a differentiating factor on the profitability of the Portuguese Banking System. The analysis was performed using a database composed of all national trademarks requested between 2001 and 2017 by the largest banks operating in Portugal, as well as other variables that could influence profitability. Based on our analysis, we conclude that smaller banks, are banks with higher returns, but brands do not statistically significantly affect this indicator. On the other hand, the banks with the most trademark applications, innovative and non-innovative brands, have the highest credit volume.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19455
Thesis identifier: 202344711
Designation: Mestrado em Economia Monetária e Financeira
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_jessica_freitas_fonseca.pdf1.99 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.