Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19176
acessibilidade
Title: Liderança engaged e burnout: o papel mediador das exigências do trabalho
Authors: Santos, Filipe Alexandre Viegas Raposo dos
Orientador: Silva, Sílvia
Keywords: Liderança engaged
Burnout
Exigências do trabalho
Engaged leadership
Job requirements
Mediation model
Issue Date: 15-Nov-2019
Citation: SANTOS, Filipe Alexandre Viegas Raposo dos - Liderança engaged e burnout: o papel mediador das exigências do trabalho [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19176>.
Abstract: O presente estudo tem como objetivo fornecer evidências empíricas da relação entre uma Liderança "Engaged" e o "Burnout" nos trabalhadores. Para percebermos essa relação analisámos o papel que as Exigências do Trabalho tinham na relação entre a Liderança "Engaged" e o "Burnout". Como a variável Exigências do Trabalho é muito vaga, decidimos ser mais rigorosos e utilizar na nossa análise, exigências específicas. A escolhida para fazer a análise final foi os Conflitos Interpessoais. Com base nestas variáveis, Liderança "Engaged", Conflitos Interpessoais e "Burnout", formulámos um modelo de mediação, que afirma que os Conflitos Interpessoais (Exigências do Trabalho) medeiam a relação entre uma Liderança "Engaged" e o "Burnout" nos trabalhadores. Este modelo foi testado com uma amostra de 219 participantes. Os resultados das análises efetuadas mostraram que a Liderança "Engaged" está negativa e significativamente correlacionada com o "burnout" nos trabalhadores, e este por sua vez, é totalmente explicado pelos Conflitos Interpessoais (Exigências do Trabalho). Os resultados evidenciaram ainda que, a Liderança "Engaged" está também, negativa e significativamente correlacionada com as Conflitos Interpessoais. Verificou-se, portanto, que a Liderança "Engaged" é um preditor na redução dos sintomas de "Burnout", através das Exigências do Trabalho.
The present study aims to provide empirical evidence of the relationship between an Engaged Leadership and Burnout in workers. To understand this relationship, we analyzed the role that Job Requirements had in the relationship between Engaged Leadership and Burnout. As the Job Requirements variable is very vague, we decided to be more rigorous and use specific requirements in our analysis. The one chosen to make the final analysis was the Interpersonal Conflicts. Based on these variables, Engaged Leadership, Interpersonal Conflict and Burnout, we formulated a mediation model, which states that Interpersonal Conflict (Job Requirements) mediate the relationship between Engaged Leadership and Burnout in workers. This model was tested with a sample of 219 participants. The results of the analyses showed that Engaged Leadership is negatively and significantly correlated with burnout in workers, and this in turn is fully explained by Interpersonal Conflict (Job Requirements). The results also showed that Engaged Leadership, is also, negatively and significantly correlated with Interpersonal Conflicts. Therefore, it was found that Engaged Leadership is a predictor in reducing Burnout symptoms through Work Requirements.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19176
Thesis identifier: 202322068
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Consultadoria Organizacional
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_filipe_raposo_santos.pdf685.21 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.