Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19138
acessibilidade
Title: A Guerra-Fria combatida a partir da charneca ribatejana: o caso da RARET 1951-1963
Authors: Herdeiro, Vitor Manuel Malta Madail
Orientador: Fonseca, Ana Mónica
Keywords: EUA
Guerra-Fria
Portugal
Rádio
Salazar
Diplomacia pública
Propaganda
USA
Cold-War
Public diplomacy
Issue Date: 28-Nov-2019
Citation: HERDEIRO, Vitor Manuel Malta Madail - A Guerra-Fria combatida a partir da charneca ribatejana: o caso da RARET 1951-1963 [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19138>.
Abstract: A historiografia da Guerra Fria incorporou nas últimas décadas novas áreas de estudo, tais como: diplomacia pública, estudos de propaganda e o uso dos meios de comunicação social colocados ao serviço dos Estados no contexto geral do conflito Leste/Oeste. Em 19 de dezembro de 1950, o embaixador dos EUA em Portugal foi recebido em audiência pelo Presidente do Conselho de Ministros Oliveira Salazar. A audiência tinha dois objetivos; por um lado, revelar às autoridades portuguesas os esforços realizados pelos EUA no combate à expansão do comunismo na Europa e, ao mesmo tempo, convidá-lo a participar dessa luta, autorizando a construção de um centro de retransmissão Radio Free Europe (RFE) em Portugal. Nenhuma documentação é conhecida sobre as conclusões daquela audiência, exceto um "Aide Memoire" elaborado na época. No entanto, desde a reunião inicial em São Bento, até a constituição da Sociedade Anônima de Rádio Retransmissão - (RARET), em 10 abril de 1951, cinco meses se passaram. A primeira retransmissão da RARET ocorreu em 4 de julho de 1951, dirigida à Checoslováquia. A RARET tinha como objetivo retransmitir, a partir do Centro de Emissor da Glória do Ribatejo, as emissões da RFE, organização patrocinada pelo National Committee Free Europe (NCFE), fundado nos EUA em 1949, financiada pela CIA e pelos fundos angariados pela Cruzada pela Liberdade (Crusade for Freedom). A adesão das autoridades portuguesas à iniciativa americana colocou Portugal no epicentro de um combate hertziano, que envolveu os dois blocos ideológicos da Guerra Fria ao longo de quarenta e cinco anos. Pretende-se contribuir para o estudo das relações entre, Portugal-EUA, durante a Guerra Fria, revelando o papel desempenhado pelas autoridades portuguesas no contexto da luta ideológica travada então e que definiu a segunda metade do século. XX. Desta forma, a presente dissertação tem como objetivo investigar, entender e revelar a relação, entre as autoridades portuguesas e o NCFE/RFE, entre 1951 e 1963, ou seja, desde a concessão inicial da licença de radiodifusão, até sua primeira renovação. A escolha do tema justifica-se como mais um elemento para a compreensão daquilo que foram as relações, entre Portugal e os EUA, nos primórdios da Guerra-Fria e o modo como as autoridades portuguesas capitalizaram a luta anticomunista e antissoviética travada pelos EUA, como mais um elemento de afirmação e inserção na esfera de influência da nova potência ocidental.
The Cold War historiography has incorporated new areas of study in recent decades, such as: public diplomacy; propaganda studies; and the use of state-run mass media in the general context of the East / West conflict. On December 19, 1950, the US Ambassador to Portugal was received in audience by the President of the Council of Ministers Oliveira Salazar. The audience had two goals; on the one hand, to disclose to the Portuguese authorities the efforts made by the US to combat the spread of communism in Europe and, at the same time, to invite him to participate in this struggle by authorizing the construction of a Radio Free Europe relay center in Portugal. No documentation is known about the conclusions of that hearing except an "Aide Memoire" made at the time. However, from the initial meeting in Sao Bento until the formation of the Anonymous Radio Relay Society (RARET) in April 10, 1951, five months have passed. The first relay of the RARET took place on July 4, 1951, addressed to Czechoslovakia. RARET aimed to relay, from the Gloria do Ribatejo Broadcasting Center, RFE emissions, an organization sponsored by the National Committee for a Free Europe (NCFE), founded in the US in 1949, financed by the CIA and funds raised by the Crusade for Freedom. The adhesion of the Portuguese authorities to the American initiative put Portugal at the epicenter of a hertzian combat, which involved the two ideological blocs of the Cold War, over forty-five years. It is intended to contribute to the study of relations between, Portugal-USA, during the Cold War, revealing the role played by the Portuguese authorities in the context of the ideological struggle waged then and that defined the second half of the century. XX. Thus, this dissertation aims to investigate, understand and reveal the relationship, between the Portuguese authorities and the NCFE / RFE, from 1951 to 1963, that is, from the initial grant of the broadcasting license, until its first renewal. The choice of the theme is justified as another element for understanding what were the relations between, Portugal and the US, in the early Cold War and the way the Portuguese authorities capitalized on the anti-communist and anti-Soviet struggle waged by the US, as yet another element of affirmation and insertion into the sphere of influence of the new western power.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19138
Thesis identifier: 202318362
Designation: Mestrado em História Moderna e Contemporânea
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_vitor_madail_herdeiro.pdf7.37 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.