Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19068
acessibilidade
Title: Predictors of positive e-leadership
Authors: Leschig, Henry Karl Bruno
Orientador: Ramalho, Nelson Campos
Keywords: E-leadership
Leadership
Transformational leadership
Trust
Communication
Job satisfaction
Digitalization
Human resources
PLS-SEM
E-liderança
Liderança
Liderança transformacional
Confiança
Comunicação
Satisfação no trabalho
Digitalização
Recursos humanos
PLS-SEM
Comunidade virtual
Desempenho organizacional
Trabalho de projeto
Issue Date: 21-Oct-2019
Citation: LESCHIG, Henry Karl Bruno - Predictors of positive e-leadership [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19068>.
Abstract: The ever-growing digitalization is affecting many parts of businesses. This is also the case for leadership. With the establishment of virtual teams, research is moving into e-leadership, leadership in a virtual environment. This study aims to show the different impacts e-leadership has, in a virtual environment on employee trust, communication quality and job outcomes (job satisfaction/ job performance). The full model includes two variables, derived from transformational leadership (individual consideration and intellectual stimulation), trust, communication quality, job satisfaction, and job performance, as well as remoteness as a moderator. PLS-SEM analysis with a sample of 50 virtual team members showed that the model has two active mediations linking individual consideration to perceived job performance and that remoteness did not moderate it. Most path though were not significant, which was not expected. Findings suggest that most of the functions already established to be working in a traditional leadership approach, translate into a virtual team environment.
A crescente digitalização está a afetar muitas partes das empresas, o que é extensivo à liderança. Com o estabelecimento das equipas virtuais, a investigação está a colocar o foco na e-liderança, ou seja, a liderança em ambientes virtuais. Esta pesquisa procura testar os diferentes impactos que a e-liderança surte num ambiente virtual sobre a confiança dos colaboradores, a qualidade da comunicação e os resultados do trabalho (satisfação e desempenho). O modelo integrado constitui uma mediação sequencial de 3 caminhos entre duas variáveis derivadas da liderança transformacional (consideração individual e estimulação intelectual) e os resultados do trabalho (satisfação e desempenho percebido) por via da confiança e da qualidade da comunicação, considerando ainda o grau de virtualização enquanto moderadora. Uma análise PLS-SEM de 50 inquéritos válidos de membros de equipas virtuais mostrou que o modelo tem duas mediações a operar ligando a consideração individual ao desempenho percebido e que o grau de virtualização não opera como moderadora. Contudo a maioria das associações não é estatisticamente significativa, ao contrário do esperado. Os resultados sugerem que a maioria das funções que se sabe operarem na situação de liderança tradicional, podem ser extrapoladas para um ambiente de equipa virtual.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19068
Thesis identifier: 202294447
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Consultadoria Organizacional
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Henry_Bruno_Leschig.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.