Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19023
acessibilidade
Title: Tipo de respostas para lidar com manifestações emocionais do outro: dependerão da idade do outro
Authors: Gomes, Raquel Patrícia Pontes
Orientador: Cardoso, Sara Loureiro
Arriaga, Patrícia
Keywords: Emoções
Regulação emocional
Competências socioemocionais
Manifestação emocional
Teoria da vinculação
Comportamentos de sinalização em crianças
Emotions
Emotional regulation
Socio-emotional skills
Emotional manifestation
Attachment theory
Signaling behaviors in children
Issue Date: 4-Nov-2019
Citation: GOMES, Raquel Patrícia Pontes - Tipo de respostas para lidar com manifestações emocionais do outro: dependerão da idade do outro [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19023>.
Abstract: O objetivo deste estudo experimental foi testar se perante uma manifestação emocional descrita num cenário do quotidiano, a resposta de um adulto a essa manifestação variava consoante a personagem é uma criança, um adolescente ou um adulto. Realizámos um pré-teste (N=90) para selecionar quatro vinhetas criadas por nós para serem, posteriormente, utilizadas no estudo principal. Essas correspondiam a quatro emoções negativas: nojo, raiva, medo e tristeza. No estudo principal, distribuímos um questionário (N=193) em que perguntámos aos participantes quão provável seria que respondessem de acordo com sete tipos de resposta, adaptados do questionário "Coping with Children’s Negative Emotions Scale". Estes tipos de resposta estavam incluídos em duas categorias: respostas apoiantes, que podiam ser focadas no problema, na emoção ou de encorajamento expressivo, e respostas não apoiantes, que se referem a respostas de minimização, punitivas, ou de "distress". Acrescentou-se, ainda, a opção de o participante não intervir na situação. No geral, os resultados do estudo mostram que os participantes consideraram mais provável adotar respostas apoiantes e menos provável respostas não apoiantes. Para além disso, os participantes previram apoiar mais as crianças do que adultos e, em concordância, adotar menos respostas não apoiantes com crianças do que com adultos. Estes resultados são consistentes com teorias que propõem que os adultos estão evolutivamente preparados para serem responsivos a manifestações emocionais de crianças. Apesar das limitações deste estudo, nomeadamente relativas à sua validade externa, é um estudo inovador e relevante para realçar a importância do suporte emocional no desenvolvimento das competências socioemocionais das crianças.
The aim of this experimental study was to test whether in the face of the same emotional manifestation described in a daily setting, an adult's response to this manifestation varies depending on whether the character is a child, a teenager or an adult. A pre-test (N = 90) was performed to select four vignettes created by us for later use in the main study. These four vignettes correspond to four negative emotions: disgust, anger, fear and sadness. We delivered a questionnaire (N = 193) in which we asked the participant how likely the answer would be within seven response types adapted from questionnaire "Coping with Children’s Negative Emotions Scale". These types of responses fall into 2 categories: supported responses, which can be problem-focused, emotion-focused or expressive encouragement, and unsupported responses, which refer to minimizing, punitive, or distressing responses. We also added an option in which the participant chose not to intervene. The results of the main study show that participants considered it more likely to adopt supportive responses and less likely nonsupportive responses overall. In addition, participants anticipated supporting children more than adults and, accordingly, adopting fewer non-supportive responses with children than with adults. These results are consistent with theories that adults are evolutionarily prepared to be responsive to children's emotional manifestations. Despite the limitations of this study, specifically its external validity, it is an innovative and relevant study for the importance of emotional support in the development of children's socio-emotional skills.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19023
Thesis identifier: 202312046
Designation: Mestrado em Ciências em Emoções
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_raquel_pontes_gomes.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.