Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18809
acessibilidade
Title: História das tipologias arquitetónicas de edifícios correntes de habitação, construídos na cidade de Lisboa desde o início do século XVIII até à década de 1930
Authors: Vieira, Maria Clara Bracinha
Orientador: Pinheiro, Magda de Avelar
Keywords: História contemporânea
Edifício de habitação
Arquitetura de habitação
Construção de edifícios
Avaliação da qualidade
Estrutura arquitetónica
Lisboa -- Portugal
Architectonic typologies
Buildings in Lisbon
History of housing in Lisbon
Issue Date: 30-May-2019
Citation: VIEIRA, Maria Clara Bracinha - História das tipologias arquitetónicas de edifícios correntes de habitação, construídos na cidade de Lisboa desde o início do século XVIII até à década de 1930 [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18809>.
Abstract: Os edifícios habitacionais da cidade de Lisboa sofreram, ao longo dos tempos, alterações, demolindo-se uns e edificando-se outros diferentes, segundo novos padrões e novas regras, ora resultantes de más experiências como as catástrofes naturais, que levaram à correção dos traçados e à alteração dos processos construtivos, ora pelo advento de novos paradigmas arquitetónicos e estéticos, vindos de outras culturas e rapidamente assimilados. Nesta tese, foram analisadas as tipologias dos edifícios de arquitetura corrente, habitacional, construídos desde inícios de século dezoito até finais dos anos vinte do século vinte, momento em que se generaliza o uso do betão nas estruturas, substituindo definitivamente a madeira. Para tal, foi feito um levantamento das zonas edificadas em cada época, e analisados os prédios nas suas várias componentes, verificando o que neles se assemelha e o que diverge, e, desta forma, estabelecendo as principais caraterísticas, desde a configuração e áreas do talhões, à disposição interior dos elementos edificados como as áreas e a compartimentação dos espaços, os materiais que os constituem, os processos construtivos, as volumetrias, os desenhos das fachadas, e os elementos decorativos. Às alterações introduzidas no processo de edificação está associado um processo legislativo que ora enquadra, à posteriori, as modas resultantes da vontade popular, ora determina preceitos julgados necessários pelos eruditos e impostos coercivamente. Assim, foi reunida alguma da legislação de enquadramento da edificação que, em diversos momentos, contribuiu para as alterações tipológicas. Questão também abordada foi a de conhecer a origem dos modelos, saber de onde vieram e como foram implantados em Lisboa, bem como onde eram produzidos os vários elementos que constituíram os prédios, desde os materiais do “tosco” como a pedra, a madeira, as alvenarias, até aos materiais de acabamento como os gradeamentos artísticos em ferro, os azulejos, os estuques, a cantaria lavrada, e, de que forma a construção de edifícios de habitação contribuiu para a economia da cidade. Conhecidas as tipologias, foi avaliada a qualidade do modo de habitar da população da capital durante esses duzentos e trinta anos, a área média de que cada família dispunha segundo a sua posição na pirâmide social, a maneira como os habitantes se apropriaram do espaço por vezes muito reduzido de que dispunham, e detetados os principais problemas referidos em cada época bem como a forma encontrada para os contornar. Finalmente, foi comparada a qualidade dos espaços habitacionais nos vários períodos, procurando uma evolução nas melhorias do habitat, nem sempre conseguidas por todos.
Residential buildings in Lisbon suffered several changes through time. Some were demolished while new ones were raised, following new standards and new rules. This change was sometimes the result of negative experiences, such as natural catastrophes, and it led to the correction of architectural layouts, as well as to changing building procedures. Other times, the change was due to the advent of new architectonic and aesthetic paradigms coming from other cultures and swiftly assimilated. In this thesis, we have analysed the typology of ordinary residential buildings between the beginnings of the 18th century and the 1920s, before the use of concrete in structures was generalised, replacing wood definitively. To achieve this, we have surveyed the building zones from each period, and analysed the edifices in their various components, taking into account what they have in common and the aspects in which they differ. We have thus established their main characteristics, from the layout and area of the plots to the interior disposition of the building elements; from the area and compartmentalisation of the spaces to the materials that constitute them. We have also examined the constructive processes, the volumetry, the designing of the façades, and the decorative elements. A legislative procedure is connected to the alterations introduced in the process of edification. On the one hand, this legislative procedure frames, a posteriori, the trends resulting from popular demand; on the other hand, it imposes the precepts deemed necessary by the scholars, often coercively. Therefore, we have gathered some legislative framework for edification that, at different moments, has contributed to the relevant typological alterations. Another question addressed here was the origin of the models, learning where they came from and how they were implemented in Lisbon. This included where the various elements constituting each building were produced, from the “basics”, such as stone, wood, or masonry, to the finishing materials, such as the artistic iron railings, the “azulejo” (tiles), the stucco, and the stone tapestries. Finally, the extent to which the building of residential buildings contributed to the city’s economy was determined. Once the typologies were researched, the quality of living of each edifice in the capital throughout those 230 years was evaluated, taking into account the average area at the disposal of each family according to the social pyramid and the ways in which the inhabitants appropriated the often very small space available to them. The major problems referred to in each era, as well as the solutions found for each of them, were also identified. Finally, the quality of residential spaces from different periods was compared, looking for an improvement in the habitat (which was not always achieved by everyone).
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18809
Thesis identifier: 101407211
ISBN: 9789897811845
Designation: Doutoramento em História Moderna e Contemporânea
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
PhD_Maria_Bracinha_Vieira.pdf38.76 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.