Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/17610
acessibilidade
Title: A autoeficácia dos educadores de infância e a relação com crianças com necessidades educativas especiais: o efeito moderador do grau de incapacidade da criança
Authors: Caneiras, Sara Cristina Pires
Orientador: Aguiar, Cecília
Keywords: Auto-eficácia
Educação pré-escolar
Relação professor-aluno
Criança
Necessidades educativas especiais
Preschool teachers’ self-efficacy
Self-efficacy on implementing inclusive practices
Early childhood education
Children with special educational needs
Teacher-child relationship
Child’s disability
Issue Date: 12-Dec-2018
Citation: CANEIRAS, Sara Cristina Pires - A autoeficácia dos educadores de infância e a relação com crianças com necessidades educativas especiais: o efeito moderador do grau de incapacidade da criança [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/17610>.
Abstract: No contexto educativo, a autoeficácia diz respeito à crença dos professores relativamente à sua capacidade para influenciarem positivamente os objetivos e resultados dos alunos, propiciar os contextos adequados à aprendizagem e ser um elo de ligação facilitador entre os intervenientes nesse processo. Enquanto característica pessoal dos professores, a autoeficácia tem o potencial de influenciar a relação que estes estabelecem com os seus alunos. As características pessoais da criança também parecem desempenhar um papel importante na relação professor-aluno. Através do presente estudo quantitativo pretendeu-se verificar qual a relação entre a autoeficácia de educadoras de infância do ensino regular (avaliada através da TSES e TEIP; Bandura, 2006; Sharma, Loreman, & Forlin, 2012) e a qualidade da relação percebida pelas próprias (em duas dimensões: proximidade e conflito) (STRS-SF; Pianta, 1992), relativamente a uma criança com necessidades educativas especiais (NEE) presente na sua sala. Pretendeu-se ainda verificar de que forma o grau de incapacidade da criança (ABILITIES; Simeonsson & Bailey, 1991) influencia tal relação. Participaram na presente investigação 26 educadoras de infância do ensino regular, com idades compreendidas entre os 30 e os 62 anos (M = 44.50, DP = 9.38), a trabalhar em jardins de infância, públicos e privados, por todo o país. Foram encontrados resultados significativos para o efeito da autoeficácia das educadoras de infância na proximidade da relação educadora-criança. Não foram encontrados resultados moderadores do grau de incapacidade da criança na relação entre a autoeficácia das educadoras de infância e a proximidade ou conflito da relação educadora-criança. Estudos futuros são necessários para colmatar as limitações encontradas e enriquecer esta área de investigação.
In the educational context, self-efficacy refers to the belief regarding the ability of teachers to influence positively their students’ goals and outcomes, provide adequate learning contexts, and act as a facilitator between participants in this process. Teachers’s self-efficacy, as teachers’ personal features are likely to influence the relationship they establish with their students. Child’s personal features may also play an important role in teacher-student relationships. The aim of this quantitative study was to examine the relationship between regular early childhood teachers’ self-efficacy (assessed by TSES and TEIP; Bandura, 2006; Sharma, Loreman, & Forlin, 2012) and their perception of the quality of the relationship (in two dimensions: closeness and conflict) (STRS-SF; Pianta, 1992) they establish with a child with special educational needs (SEN) present in their classroom. We further assessed if child’s disability level (ABILITIES; Simeonsson & Bailey, 1991) influences the relationship between regular early childhood teachers’ self-efficacy and teacher-child relationship. In this study participated 26 female regular early childhood teachers, between 30 and 62 years old (M = 44.50, DP = 9.38), working in preschool classrooms, public and private, throughout the country. The results show a positive and significant effect of early childhood teachers’ self-efficacy in closeness in teacher-child relationship. No significant results were found for the moderator effect of the child’s disability level in the relationship between early childhood teachers’ selfefficacy and closeness or conflict in teacher-student relationship. Future studies are needed to overcome the shortcomings of this study and thus improving this field of research.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/17610
Thesis identifier: 202113442
Designation: Mestrado em Psicologia Comunitária, Proteção de Crianças e Jovens em Risco
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Sara_Pires_Caneiras.pdf736.36 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.