Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/17259
acessibilidade
Title: Processos educativos em famílias com filhos biológicos e adotados
Authors: Pinto, Helena Cristina Tavares
Orientador: Seabra, Teresa
Keywords: Família
Família adoptiva
Relação pais-filho
Estratégias educativas
Sociologia da educação
Portugal
Educational strategies
Families
Adoption
Issue Date: 25-Jul-2018
Citation: PINTO, Helena Cristina Tavares - Processos educativos em famílias com filhos biológicos e adotados [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/17259>.
Abstract: O objeto desta dissertação são as estratégias educativas implementadas pelas famílias que têm, simultaneamente, filhos biológicos e adotados. Procurou-se comparar a educação dada pelas famílias aos diferentes filhos, identificando eventuais semelhanças e diferenças. Será que a educação do filho adotado varia em relação ao biológico? Será que a educação dos filhos varia segundo a idade do filho adotado e da idade do biológico? Como se relacionam os irmãos dentro deste tipo de famílias? Os filhos adotados são mais problemáticos que os filhos biológicos? Para o efeito, foram realizadas entrevistadas a mães de famílias com este perfil nas quais se pretendeu reconstruir o processo educativo no seio das mesmas. Estas famílias têm elevadas habilitações académicas, os filhos biológicos são mais velhos que os filhos adotados, tendo um máximo de 3 filhos. Os filhos adotados tinham idades entre 1 e 10 anos no momento da adoção. Quando confrontadas diretamente com a questão, as mães, afirmaram não existir uma diferença na educação do filho adotado, pelo facto de ser adotado, mas por ser uma crinaça distinta. No entanto, ao longo do discurso fazem referência, no caso das adoções mais tardias, a tendência para serem mais benevolentes com os mesmos, em comparação com os filhos biológicos, por causa do passado, supostamente, traumático das crianças adotadas (apesar desta asserção nem sempre ser consensual entre o casal). Chegamos ainda a conclusão que os irmãos relacionam se de igual forma como qualquer conjunto de irmãos biológicos. E ainda podemos concluir que os filhos adotados não são crianças problemáticas, no geral, são crianças como qualquer outra, mas com a história de vida diferente.
The purpose of this dissertation is the educational strategies implemented by the families that simultaneously have biological and adopted children. We attempted to compare the education given by the families to the different children, identifying possible similarities and differences. Does the education of the adopted child vary in relation to the biological? Does the education of the children vary according to the age of the adopted child and the age of the biological? How do siblings relate to this type of family? Are adopted children more troublesome than their biological children? For this purpose, mothers of families with this profile were interviewed, in which it was intended to reconstruct the educational process within them. These families have high academic qualifications, the biological children are older than the adopted children, having a maximum of 3 children. Adopted children were between 1 and 10 years old at the time of adoption. When confronted directly with the question, the mothers affirmed that there is no difference in the education of the adopted child, because it is adopted, but because it is a different child. However, throughout the discourse they refer, in the case of later adoptions, to tending to be more benevolent with them, compared to their biological children, because of the supposedly traumatic past of adopted children (despite this assertion always be consensual between the couple). We also conclude that the siblings relate in the same way as any set of biological siblings. And we can still conclude that the adopted children are not problematic children, in general, they are children like any other, but with different life history.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/17259
Thesis identifier: 201965208
Designation: Mestrado em Educação e Sociedade
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Helena_Tavares_Pinto.pdf809.51 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.