Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/15724
acessibilidade
Title: Construir sobre o Palimpsesto : a importância da compreensão da arquitetura como um processo para o desenho de projeto, aplicado ao território de Alenquer. Castelo de Alenquer : Tempo, espaço e memória
Authors: Morgado, Jéssica Gouveia
Orientador: Saldanh, José Luís Possolo de
Pinto, Pedro da Luz
Keywords: Arquitetura contemporânea
Castelo
Conservação do património
Memória cultural
Reabilitação urbana
Alenquer
Palimpsesto
Tempo
Espaço
Memória
Castelo
Palimpsest
Architecture
Time
Space
Memory
Castle
Issue Date: 2017
Citation: MORGADO, Jéssica Gouveia- Construir sobre o Palimpsesto : a importância da compreensão da arquitetura como um processo para o desenho de projeto, aplicado ao território de Alenquer. Castelo de Alenquer : Tempo, espaço e memória [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/15724>.
Abstract: Uma das condições da cidade é a sua falta de linearidade, esta divide-se e subdivide-se em fragmentos com caracteres distintos, se por um lado é coesa no desenho que apresenta, por outro conseguimos observar as partes tão diferentes que a constituem. Estas partes diferem entre si devido à presença do fator tempo, uma constante que implica que a cidade evolua e se transforme, que a arquitetura se altere e se redesenhe. Esta dimensão inserida na arquitetura encontra-se no centro de muitas discussões sobre a condição da cidade contemporânea. Com a globalização e a culturalização das diferentes populações, surge uma preocupação delirante com a conservação e recuperação dos tempos perdidos da cidade antiga. A cidade contemporânea é composta de várias cidades, sobrepostas umas sobre as outras, originando um palimpsesto urbano de formas e memórias. É necessário interpretar o tempo presente como uma contribuição à cidade, as intervenções como modo, não de refazer ou apagar o passado, mas de recuperar o valor deste, numa atitude progressista do mesmo. Considerar que o presente se irá tornar passado deverá ser uma conceção primária no desenho de projeto, porque só assim será possível informar o futuro sobre a cidade de hoje, não apenas através da teoria, mas através da materialidade dos espaços e da vivência destes. Negligenciar o tempo presente no tempo do projeto resulta em ocultar uma camada de cidade; descurar o passado signifca ignorar a memória de um lugar, e ambas são essenciais para o desenho da cidade e da arquitetura. Intervir no palimpsesto urbano implica recuperar o passado, não no sentido de imitá-lo, mas no sentido de reinventá-lo para a contemporaneidade.
One of the conditions of the city is its lack of linearity, it divides and subdivides in fragments with distinct characters. If in one hand its coese in the image that it presents, in the other we can see the different parts of his constitution. The difference of this parts happens because of the presence of time, a constant that implies that the city evolves and transform, and the architecture modifes and redesigns. This dimension, present in architecture, fnds itself in the center of many discussions about the condition of the contemporary city. With the globalization and culturalization of different populations, emerges a frenetic preoccupation with the conservancy and recovery of lost times in the old city. The contemporary city is made of several cities overlaying each other, resulting in an urban palimpsest of forms and memories. It’s necessary to understand the present time as a contribution to the city, and the interventions as a way, not to redo or erase the past, but recover its value, in a progressive attitude towards itself. Considering that the present is on its way to become the past should be a primary conception of the project, because only that way we can inform the future about the city of today, not just through theory, but through the materiality of spaces and its living. Neglecting the present time in the project results in concealing one layer of the city; Disregarding the past means ignoring the memory of the place, and both are essential to the design of the city as well as to the design of architecture. Acting on the urban palimpsest implies recovering the past, not in the way of reproducing it, but in the way of reinvent it for the contemporaneity.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/15724
Thesis identifier: 201775271
Designation: Mestrado Integrado em Arquitetura
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
_Jéssica_Morgado_Construir_sobre_o_palimpsesto.pdf123.24 MBAdobe PDFView/Open
1 Planta Existente.pdf280.07 kBAdobe PDFView/Open
3 Planta Nível 2.pdf872.87 kBAdobe PDFView/Open
2 Planta de Cobertura.pdf356.05 kBAdobe PDFView/Open
4 Planta Nível 1.pdf850.72 kBAdobe PDFView/Open
5 Planta Nível 0.pdf627.38 kBAdobe PDFView/Open
6 Secção AA'.pdf553.24 kBAdobe PDFView/Open
7 Secção BB-CC.pdf625.29 kBAdobe PDFView/Open
8 Secção DD'.pdf689.38 kBAdobe PDFView/Open
9 Secção EE'-FF'.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open
10. Secção GG' (2).pdf589.98 kBAdobe PDFView/Open
10. Secção GG'.pdf590 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.