Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/15617
acessibilidade
Title: Bem-estar no trabalho e o exercício físico
Authors: Soares, Alexandre Silva
Orientador: Gonçalves, Sónia
Keywords: Psicologia do trabalho
Bem-estar
Exercício físico
Well-being at work
Physical exercise
Well-being
Positive affect
Negative affect
Achievement
Issue Date: 14-Dec-2017
Citation: SOARES, Alexandre Silva - Bem-estar no trabalho e o exercício físico [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/15617>.
Abstract: De acordo com a literatura científica a prática do exercício físico ajuda a elevar o nível de bem-estar no trabalho, sendo que esta poderá ser um recurso e ferramenta utilizada pelas e nas empresas. Tendo isto por base, esta dissertação teve como objetivo analisar o nível de bemestar no trabalho comparando as pessoas que praticam exercício físico e as que não praticam. Neste estudo participaram 132 trabalhadores de uma empresa de serviços sediada na Ilha de São Miguel, estes foram questionados sobre o seu bem-estar no trabalho e sobre as suas práticas de exercício físico e razão que os leva a praticar e a não praticar. Os resultados mais relevantes demonstraram a existência de diferenças estatisticamente significativas nos níveis de bem-estar de quem pratica exercício e de quem não pratica, tendo em conta que quem pratica exercício apresentou um nível de bem-estar no trabalho superior em relação a quem não pratica, isto nas três dimensões do bem-estar no trabalho, afeto positivo, negativo e realização. Outro resultado que também vai de encontro com este é em relação ao nível de atividade, os inquiridos que reportam níveis de atividade superior, tendem a ter um bem-estar no trabalho mais elevado, independentemente de praticarem exercício físico ou não.
According to the literature the practice of physical exercise helps to improve the level of wellbeing at work, this kind of activity can be used by companies to boost the well-being of the collaborators.So in this study I had the goal to discover if the participants who practice physical exercise have more well-being at work then the others that don’t do. This study counted with the participation of 132 workers from a service company with the base in São Miguel Island, those people were questioned about their exercise practice or not, their reasons to do and don’t and still how they did it. The results showed us that the ones that do physical exercise have a superior well-being level at work then the others that don’t. One other result that I would like to mention, is that the level of activity impacts too on the well-being at work, because the participants who reported high activity levels were the ones that had a higher well-being level at work, despite if they did physical exercise or not.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/15617
Thesis identifier: 201790483
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
alexandre_silva_soares_diss_mestrado.pdf627.53 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.