Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/15384
acessibilidade
Title: Active engagement in the facebook brand pages of luxury hotels
Authors: Lopes, Inês Maria Santos
Orientador: Souto, Daniela Langaro da Silva do
Keywords: Gestão
Turismo
Rede social
Facebook
Marketing eletrónico
Comportamento do consumidor
User-generated content
Social Media
Facebook
Consumer engagement
Self-congruity
Perceived advantages
Passive users
Active users
Cocreation
Privacy concerns
Personality traits
Social pressure
Hotel brand page
Five-star hotels
Cocriação
Redes sociais
Interesse
Congruência
Humanização
Vantagens percecionadas
Utilizadores ativos
Utilizadores passivos
Questões de privacidade
Traços pessoais
Pressão social
Páginas de hotéis cinco estrelas
Issue Date: 2017
Citation: LOPES, Inês Maria Santos - Active engagement in the facebook brand pages of luxury hotels[Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/15384>.
Abstract: Social Media play a huge role nowadays. With brands entering this spectrum, it is also possible to influence purchasing decisions and consumer behaviour. Also, tourism rates increased worldwide. Today, users research online before booking and even travelling. This is especially important in the luxury segment of fivestar hotels where the price is high. In this five-star segment, the brand pages on Facebook have a large fan base but a small engagement rate. This means that despite being an open channel, users don't interact with the brand or others on the brand page. Thus, this is important as engaged users produce user-generated content that gives strength to the brand and inspires other users. To understand this lack of engagement, I conducted semi-structured interviews in Lisbon. The results showed that the primary motivators for an active role on the brand page are: perceiving high levels of brand humanisation; also, perceiving advantages for participating (e.g. information, discounts, inspiration, etc.); and finally, some level of selfcongruity. Furthermore, the users that don't become more involved have profound privacy concerns to what happens to their data and profiles. Also, they're very aware of other people's opinions towards their brand preference. By understanding these motivations that drive the shift to active participation, brands can learn about the type of language and contents that their audiences search for. If they learn and apply this knowledge, it is expected that they grow their online engagement and positive word-of-mouth.
As redes sociais têm um crescente papel no dia-a-dia. Com as marcas a invadirem este espectro, estas plataformas são influenciadoras do comportamento do consumidor. Também o turismo cresceu exponencialmente nos últimos anos. Para marcar uma viagem, os utilizadores procuram online antes de comprarem. Isto é fulcral de se estudar, nomeadamente no segmento de luxo de hotéis de cinco estrelas em que o preço é elevado. Estes hotéis no Facebook têm muitos fãs, contudo, a interação é pouca. Isto significa que, apesar de o Facebook ser um canal aberto, os utilizadores não usufruem em pleno. Esta é uma importante temática pois utilizadores envolvidos, significa conteúdo de cocriação que valoriza a marca e inspira outros. Para perceber este fenómeno do envolvimento, conduzi entrevistas semiestruturadas em Lisboa. Os resultados mostram que os principais motivadores para um utilizador ser ativo são: a humanização da marca; a perceção de vantagens (ex. mais informação, descontos, inspiração, etc); e também deter alguns níveis de congruência de personalidades com a marca. Adicionalmente, os utilizadores que não participavam tão ativamente demonstraram elevados níveis de preocupação com a privacidade e com o que acontecia às suas informações pessoais, ou mostraram-se preocupados por saber que os seus pares avaliam a sua preferência/interação com as marcas. Ao percebermos estas motivações que levam à passagem para uma participação ativa, as marcas podem aprender sobre o tipo de conteúdos que as suas audiências procuram e valorizam. Caso apliquem, terão tendência para aumentar a interação na sua página e o passa-palavra eletrónico sobre si mesmas.
Description: JEL Classification System: M310 Marketing Z330 Tourism: Marketing and Finance
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/15384
Thesis identifier: 201755246
Designation: Mestrado em Marketing
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese final_Inês Lopes.pdf2.44 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.