Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/14992
acessibilidade
Title: A perceção de insegurança do emprego em Portugal: impacto da crise e da intervenção
Authors: Ribeiro, Mafalda Amélia do Vale Costa
Orientador: Lopes, Helena Maria Sousa
Calapez, Maria Teresa Delgado
Keywords: Mercado de trabalho
Economia de emprego
Segurança do emprego
Recessão económica
Estrutura organizacional
Perceção de insegurança do emprego
Intervenção da troika
Características do emprego
Mercado de trabalho
Contexto organizacional
Insecurity job
Economic recession
Troika intervention
Employment characteristics
Labor market
Organizational context
Issue Date: 2017
Citation: RIBEIRO, Mafalda Amélia do Vale Costa - A perceção de insegurança do emprego em Portugal: impacto da crise e da intervenção [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/14992>.
Abstract: A constante mutabilidade do mercado de trabalho devido a períodos de recessão económica e a consequente necessidade de ajustamento do emprego por parte das empresas despoleta nos indivíduos a perceção de insegurança do emprego (PIE). Pretende-se com o presente trabalho caracterizar a PIE no período de 2005 a 2015, em Portugal, e identificar os fatores (características do emprego; contexto organizacional e mercado de trabalho) com maior influência na PIE. O objetivo é examinar se a recessão económica (2008) e a intervenção da Troika (2011) afetaram a PIE. Para caracterizar a evolução do mercado de trabalho nesse período recorreu-se à análise documental do Memorando de Entendimento e a dados estatísticos; analisou-se a evolução do emprego por tipo de contrato de trabalho e a evolução salarial. Para identificar os determinantes da PIE dos portugueses foram selecionadas várias questões do European Working Conditions Survey (EWCS) de 2015, questões relativas aos fatores anteriormente mencionados, aplicando-se um modelo de regressão linear múltipla. Os resultados mostram que a antiguidade na empresa, o tipo de contrato de trabalho (precário Vs permanente), o setor (público Vs privado), o regime de trabalho (tempo parcial Vs tempo inteiro), e a alteração salarial, variáveis associadas às características do emprego e do mercado de trabalho, influenciam significativamente a PIE. Estes resultados estão em linha com os estudos anteriores sobre a PIE. Contrariamente à evidência recolhida noutros estudos, as variáveis associadas ao fator contexto organizacional (progressão na carreira e reestruturação na empresa) não influenciaram a PIE em Portugal
The ongoing labor market mutability due to periods of economic recession and the subsequent need for companies’ adjustment develops on individuals the insecurity job (PIE). The purpose of this paper is to characterize the PIE during the 2005 to 2015 period, in Portugal, and to identify the factors (job characteristics; organizational context and labor market) that influence the most the PIE. It will be relevant to analyze whether or not the economic recession (2008) and the Troika intervention (2011) affected the PIE. A documental analysis of the Technical Memorandum of Understanding has been run to characterize the labor market as well as a statistical data analysis; the employment evolution by type of contract used and wage evolution was also studied. In order to identify the Portuguese people PIE determinants' a group of questions from the European Working Conditions Survey (ECWS) have been chosen in accordance with the aforementioned factors related, by applying a multiple linear regression model. The results show that the length of service, the type of job contract (precarious Vs permanent), the sector (public Vs private), work regime (part-time job Vs full-time job) and the wage changes, variables associated with the employment and labor market characteristics, significantly influence the PIE. These results are in line with previous studies regarding the PIE. In opposition to the findings of previous studies, the variables associated with the organizational context factor (career progression and organization restructuring), did not influence the PIE in Portugal.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/14992
Thesis identifier: 201747472
Designation: Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
PIE - Impacto da crise e da recessão económica..pdf1.77 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.