Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/14950
acessibilidade
Title: A concertação tripartida nas relações industriais em Portugal democrático antes e depois da crise
Authors: Esteves, Gonçalo Moreira
Orientador: Stoleroff, Alan David
Keywords: Sociologia do trabalho
Negociação coletiva
Pacto social
Corporativismo
Parceiro social
Sector industrial
Crise económica
Democracia
Análise do discurso
Portugal
Concertação social
Social bargaining (concertation)
Economic crisis
Social pacts
Corporatism
Social partnership
Discourse analysis
Issue Date: 2017
Citation: ESTEVES, Gonçalo Moreira - A concertação tripartida nas relações industriais em Portugal democrático antes e depois da crise [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/14950>.
Abstract: A concertação social é um instrumento de negociação coletiva que emergiu nas sociedades ocidentais, no pós-II guerra, e que permitiu aprofundar a parceria social entre sindicatos e associações empresariais. Em Portugal, estas organizações do trabalho e do capital, assumiram a sua forma atual depois de instaurada a democracia. Esta investigação pretende analisar a sua ação e estratégia desde a sua formação até à atualidade, bem como os processos que conduziram a uma economia concertada, sobretudo em períodos de crise. Durante alguns momentos da concertação permite-se ainda produzir pactos sociais, que são acordos sociais que determinam diretrizes políticas para a economia nacional e para o mundo do trabalho. Os conteúdos destes acordos económicos e sociais serão analisados no âmbito desta investigação. Nas relações industriais do Portugal democrático revela-se ainda o corporatismo, que é um sistema de representação de interesses que enquadra a concertação. Este sistema tem raízes na Europa e em Portugal assumiu diversas formas, com o intuito de enfrentar a intensificação da globalização e os novos desafios da competitividade. Este trabalho sugere ainda que presentemente o corporatismo subsiste na sua forma liberal, em Portugal. Para aprofundar estes conceitos e perceber qual a relação que existem entre eles e as funções das estruturas sociais, optou-se por analisar o discurso das organizações de cúpula dos parceiros sociais. A análise discursiva foi o método selecionado, pois permite revelar as opções dos dirigentes e das respetivas organizações que lideram. Finalmente traçam-se ainda alguns cenários para a concertação social em Portugal, que permitem antever a sua atividade futuramente.
Social bargaining (or concertation) is an instrument of collective bargaining that emerged in Western societies in the post-Second World War and allowed for a deepening of social partnership between trade unions and business associations. In Portugal these labor and capital organizations took their present form after democracy was established. This research intends to analyze its action and strategy from its formation to the present time, as well as the processes that led to a concerted economy, especially in times of crisis. During some moments of social bargaining it is still possible to produce social pacts, which are social agreements that determine political guidelines for the national economy and for business. The content of these economic and social agreements will be analyzed in the context of this investigation. In the industrial relations of democratic Portugal, there is still corporatism, which is a system of interests’ representation that fits the social bargaining. This system has its roots in Europe, and in Portugal has taken various forms, in order to face the intensification of globalization and the new challenges of competitiveness. This work suggests that, at present time, liberal corporatism subsists in Portugal. In order to deepen these concepts and to understand the relation between them and the social structures functions, we opted to analyze the discourse of the social partners’ organizations. The discourse analysis was the selected method, because it reveals the options of the leaders and the organizations they lead. Finally we outline some scenarios for social bargaining in Portugal, which allow anticipating future activity.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/14950
Thesis identifier: 201762641
Designation: Mestrado em Ciências do Trabalho e Relações Laborais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Gonçalo Esteves-A concertação tripartida nas relações indust.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.