Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/13845
acessibilidade
Title: A tectónica da infra-estrutura: construir o espaço público na cidade alargada
Authors: Coelho, Rodrigo
Keywords: Cidade contemporânea
Espaço público
Infra-estrutura
Projecto urbano
Tectónica metropolitana
Issue Date: 30-Jun-2017
Publisher: DINÂMIA'CET-IUL
Abstract: Tendo em conta a encruzilhada de “conceitos”, de contradições e indefinições que tendem a fragilizar do ponto de vista disciplinar, não apenas o saber teórico e prático, mas também o papel do arquitecto e da arquitectura, na definição do espaço público e da cidade, e tendo em conta a maior complexidade e a maior incerteza no que diz respeito aos processos de construção da cidade e do espaço público, este texto procura evidenciar, a partir de um exemplo concreto – as intervenções realizadas no espaço público no âmbito da 1ª fase do projecto do metro do Porto – a plausibilidade e necessidade de (continuar a) pensar e materializar o espaço público na cidade contemporânea enquanto suporte projectado e construído dotado de desígnios e de formas precisas e significantes. Fundamentalmente procuraremos salientar a urgência da reafirmação do papel urbanístico do espaço público na construção da cidade presente e futura e, consequentemente, na necessidade de identificação e justificação do valor ou significado do projecto, ou seja, na relevância que o acto de “projectar e construir o espaço público” ainda pode ter, em particular na cidade alargada. A 1ª fase projecto do Metro do Porto, que teve como coordenador geral Eduardo Souto de Moura, e se tem vindo a materializar no terreno entre 1999 e 2008, permitiu não apenas afirmar a potencialidade das intervenções do metro enquanto elementos estruturantes de um urbano mais disperso (permitindo a requalificação contínua de importantes tramos urbanos), como tornou possível o reconhecimento de uma nova tectónica para o conjunto metropolitano.
Considering the crossroads of "concepts", contradictions and uncertainties that tend to weaken, from the disciplinary point of view, the role of the architect and architecture in the definition of public space and the city, this paper seeks to highlight, from a concrete example - the interventions in public space within the 1st phase the project of the Porto metro - the plausibility and need to design and build public space in the contemporary city under accurate and meaningful principles. Primarily we will seek to emphasize the urgency of the reaffirmation of the urban role of public space in today´s “construction” of the city, and hence the need for identification and justification of the value or significance of the “project”; that is, we will seek to emphasize the relevance of the act of "design and build public space" may still have today, particularly in the enlarged city. The 1st phase of the Metro do Porto project, which had as general coordinator Eduardo Souto de Moura, which has been materialized “on the ground” between 1999 and 2008, allowed not only to confirm the potential of interventions Metro as structuring elements of a more dispersed urban areas, as made possible the identification of a new tectonic for the whole metropolitan area.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/13845
DOI: 10.15847/citiescommunitiesterritories.jun2017.034.art08
ISSN: 2182-3030
Appears in Collections:DINÂMIA'CET-RI - Artigo em revista científica internacional com arbitragem científica

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
10. COELHO_A tectonica da infraestrutura _VF.pdf611.49 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.