Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12690
acessibilidade
Title: “Quando eles contribuem, devem sair?”: o efeito da indispensabilidade funcional na sucessão dos trabalhadores seniores
Authors: Laureano, Ana Rita Ferreira
Orientador: Rosa, Miriam
Esteves, Sofia
Keywords: Idadismo
Envelhecimento
Sucessão
Satisfação no trabalho
Gestão do stress
Ageism
Succession
Relative in-group prototypicality
Job satisfaction
Occupational stress
Issue Date: 12-Dec-2016
Citation: LAUREANO, Ana Rita Ferreira - “Quando eles contribuem, devem sair?”: o efeito da indispensabilidade funcional na sucessão dos trabalhadores seniores [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12690>.
Abstract: O envelhecimento da força laboral tem gerado conflitos intergrupais em contexto organizacional, que se refletem em respostas idadistas dos trabalhadores jovens face aos trabalhadores seniores (Sucessão). Sendo pertinente a diminuição da Sucessão, e não tendo sido encontradas na literatura variáveis atenuadoras, propôs-se nesta dissertação, uma perspetiva funcional com impacto na identidade social, que foi testada num estudo experimental (N=234). Hipotetizou-se que os trabalhadores jovens, quando confrontados com uma condição de alta Indispensabilidade Funcional dos trabalhadores seniores, apoiem menos a sua Sucessão do que na condição de baixa Indispensabilidade. Adicionalmente, explorou-se o papel de outras variáveis complementares na Sucessão: a Prototipicalidade Endogrupal Relativa, a Satisfação e o Stress Ocupacional. Os resultados demostraram que, apesar da verificação da manipulação ter sido bem-sucedida, não houve efeito da manipulação da Indispensabilidade Funcional na Sucessão, não corroborando a Hipótese. Tal é discutido relativamente ao conteúdo usado na manipulação; às perceções enraizadas nos jovens e à influência dos valores do trabalho. Apesar destes dados, verificou-se ainda que, com a utilização da medida de Indispensabilidade Funcional, existiu efeito na Sucessão. Efeito esse, explicado pela variável complementar, Prototipicalidade Endogrupal Relativa, que mediou a relação. Mais se constatou que, a Satisfação e o Stress - variáveis complementares - não são moderadores da relação entre a Indispensabilidade Funcional e a Sucessão, sendo o Stress apenas um antecedente da Sucessão. Estes dados são discutidos, por questões metodológicas e relações inerentes aos valores do trabalho.
The aging workforce has generated intergroup conflicts inside the organizations, which are reflected in ageist responses, from young workers to older workers (Succession). Being its decrease relevant, and not having been found in the literature, variables that could mitigate this ageist responses, it was suggested in this dissertation, a functional perspective with an impact on social identity, which was tested in an experimental study (N = 234). Accordingly, we hypothesized that young worker when faced with the condition of high Functional Indispensability of senior workers; less would be their support to Succession than in low condition of Indispensability. Additionally, it was explored the role of other variables (complementary) in Succession: Relative In-group Prototypicality, Satisfaction and Occupational Stress. Their results showed that despite the successful manipulation check, there was no Functional Indispensability manipulation effect in Succession, not supporting the hypothesis. This was discussed in relation to the manipulation ‘s content; the rooted perceptions in the young and the influence of labor values. Despite these data, it was also found that, there was some effect in Succession with the use of the Functional indispensability measure. Such effect was explained by the complementary variable, Relative In-group Prototypicality, which mediated the relationship. Further it was found that Satisfaction and Stress – complementary variables - were not moderators of the relationship between Functional Indispensability and Succession, being Stress just a Succession prior. Those data were discussed by methodological issues and to inherent relationships to the work values.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12690
Thesis identifier: 201393662
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
2016_ESCH_DPSO_Dissertação_Ana Rita Ferreira Laureano.pdf3.45 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.