Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12602
acessibilidade
Title: Terrorismo e direitos humanos: o caso do Reino Unido
Authors: Moita, Inês
Orientador: Rodrigues, Luís Nuno
Ribeiro, Inês Marques
Keywords: Direitos humanos
Terrorismo
Estratégias políticas
Legislação
Impacto social
Reino Unido
Terrorism
Human rights
Anti-terrorism
United Kingdom
Issue Date: 6-Dec-2016
Citation: MOITA, Inês - Terrorismo e direitos humanos: o caso do Reino Unido [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12602>.
Abstract: Desde os ataques terroristas de 11 de Setembro, nos Estados Unidos, vários países ocidentais adoptaram novas estratégias antiterroristas rígidas que colocam em causa os direitos humanos dos seus cidadãos. O Reino Unido, ajudado pela sua extensa experiência com o terrorismo doméstico, liderou esta nova retórica antiterrorista implementando várias medidas antiterroristas que colocavam em causa os princípios salvaguardados pela Convenção Europeia dos Direitos Humanos, que estavam incorporados na legislação britânica através do Human Rights Act. Depois dos ataques terroristas de 7 de Julho de 2005, em Londres, o governo britânico implementou uma estratégia antiterrorista ainda mais punitiva e adoptou uma atitude implacável para prevenir potenciais ataques terroristas, concedendo mais poderes excepcionais à polícia e incorporando medidas antiterroristas que afectavam o cidadão comum. A presente dissertação foca-se na análise do impacto das medidas antiterroristas implementadas depois dos ataques terroristas de 7 de Julho de 2005 nos direitos humanos dos cidadãos britânicos, seguindo os princípios da Convenção Europeia dos Direitos Humanos.
Since the 9/11 terrorists attacks, in the United States, various western countries adopted new strict antiterrorists strategies that undermine their citizens’ human rights. The United Kingdom, helped by its extensive experience with domestic terrorism, led this new antiterrorist rhetoric by implementing some antiterrorist measures that undermined the principles protected by the European Convention on Human Rights, which are incorporated in the British legislation through the Human Rights Act. After the terrorist attacks of 7 July 2005, in London, the British government implemented an antiterrorist strategy even more punitive and adopted a relentless attitude in order to prevent potential terrorist attacks, granting more exceptional powers to the police and incorporating antiterrorist measures which affected the common citizen. This dissertation focus on the analysis of the impact of the antiterrorist measures implemented after the terrorist attacks of 7/7 in the British citizens’ human rights, following the principles of the European Convention on Human Rights.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12602
Thesis identifier: 201367831
Designation: Mestrado em Estudos Internacionais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Inteira_Inês Moita.pdf839.28 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.