Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12529
acessibilidade
Title: A fronteira entre a arte e a ciência no fotojornalismo: o caso da national geographic society
Authors: Sousa, Joana Semião Teixeira de
Orientador: Afonso, Luís Urbano de Oliveira
Fernandes, Alexandra
Keywords: Fotojornalismo
Direitos humanos
Mercado da arte
Fotografia
National Geographic
Fotógrafo
Direitos humanos
Fotografia Científica
Photography
Photojournalism
Photographer
Human rights
Scientific photography
Art markets
Issue Date: 2016
Citation: SOUSA, Joana Semião Teixeira de - A fronteira entre a arte e a ciência no fotojornalismo: o caso da national geographic society [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12529>.
Abstract: A fotografia nasceu de princípios científicos aplicados à atividade de artistas. É um poderoso método de comunicação visual, tornando essencial uma interpretação consciente do seu conteúdo, e do contexto da sua produção. A evolução da fotografia artística foi marcada pelo objetivo de equiparar a fotografia ao mundo da arte, surgindo assim a “fotografia direta” e a inclusão do fotojornalismo na arte. No fotojornalismo, o processo de captura das imagens é importante, acarretando uma responsabilidade que se transmuta para os códigos de ética adotados pela indústria dos media; foi assim desenvolvida a forense de imagens cuja finalidade é averiguar a sua integridade. A National Geographic acumulou uma coleção de 11,5 milhões de imagens que foi aberta ao público pela primeira vez em 2009 através de uma parceria com a galeria Steven Kasher. A coleção tem vindo a ser vendida em leilões, cujo o primeiro data a Dezembro de 2012. Na atividade da revista os fotógrafos são de extrema relevância, alguns dos quais têm uma forte presença nos mercados da arte. As parcerias e expedições da sociedade são um veículo de produção de obras de arte. As fotografias desempenham um papel fundamental na prossecução dos Direitos Humanos e na denúncia da sua violação, impactando diretamente as mudanças mundiais, e conduzindo também à tomada de decisões e estabelecimento de iniciativas que visam o seu alcance. Alguns fotógrafos da National Geographic são especialistas nesta matéria, nomeadamente mulheres que dedicam a vida a utilizar a fotografia como ferramenta para a harmonização dos desequilibrios existentes.
Photography was born from the application of scientific principles to artist’s activities. It is a powerful method of visual communication, making essential a conscientious interpretation of its content and the context in which it was produced. The evolution of artistic photography was marked by the goal of matching photography to the art world, thus emerging “Straight photography” and the adoption of photojournalism by the arts. In photojournalism the process of capturing the image it is important, entailing a responsibility that transmutes to the codes of ethics adopted by the media industry, where there is the forensic analysis of images reserved to check their integrity. National Geographic accumulated a collection of 11,5 million images that was open to the public for the first time in 2009, through a partnership with Steven Kasher Gallery. The collection has been sold in auctions, the first one in December 2012. Photographers are extremely relevant to the magazine’s activity, and some have a strong presence in the art market. National Geographic partnerships and expeditions are a method of production of art works. Photography developed an important role on the persuit of human rights and reporting its violation, with a direct impact at the level of world changes, also leading to decision making and the establishment of initiatives. Some National Geographic photographers are specialized in human rights, specifically women that devoted their lives to using photography as a tool to harmonize the existing conflicts.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12529
Thesis identifier: 201329816
Designation: Mestrado em Mercados da Arte
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
A Fronteira entre a Arte e a Ciência no Fotojornalismo_Joana de Sousa_biblioteca.pdf48.48 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.