Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/11991
acessibilidade
Title: Cooperação Sul-Sul, uma via alternativa? Um caso exploratório entre Brasil e Argentina
Authors: Silva, T.
Padilla, B.
Keywords: Cooperação Sul-Sul
Acordos bilaterais
Brasil-Argentina
Issue Date: 2015
Publisher: CICS-NOVA
Abstract: A cooperação académica e científica internacional vem tornando-se cada vez mais relevante, não apenas desde uma perspetiva do desenvolvimento da ciência, mas também do crescimento económico dos países envolvidos. Apesar dos inúmeros benefícios que aporta – transferência de tecnologia, internacionalização das instituições, circulação de cientistas – por conta das assimetrias e hierarquias geopolíticas e económicas, essas cooperações podem não beneficiar de forma igual todos os países envolvidos. Dentro desta lógica, as cooperações Sul-Sul (CSS) aparecem como uma alternativa inovadora para o desenvolvimento da ciência entre os países do Sul. A partir duma análise documental de alguns acordos celebrados entre agências de fomento à pesquisa, brasileiras e argentinas, especificamente CAPES/CNPq no caso brasileiro e CONICET no caso argentino, este trabalho tem como objetivo discutir como a relação de cooperação científico-académica entre os dois países se tem desenvolvido ao longo dos anos, indagando se tal relação pode ser enquadrada dentro de uma lógica de cooperação Sul-Sul.
In the last few decades, international scientific cooperation has become increasingly important, not only from the perspective of the development of science, but also from an economic perspective. Despite the numerous advantages resulting from these cooperations : technology transfer, institutions internationalisation and scientist circulation, other results suggest the uneven geopolitical and economic hierarchies and asymmetries among the countries involved, in which not all equally benefit. The South-South cooperation (SSC) therefore appears as an innovative alternative to South countries science development. Based on a documental analysis of some agreements between the Brazilian and Argentinian national science funding agencies, more specifically CNPq/CAPES in the case of Brazil and CONICET in Argentina, this papers aims to discuss how the academic and scientific cooperation between the two countries has been developing over the years and if it can be considered a sort of SSC.
Peer reviewed: yes
URI: http://sociologico.revues.org/1336
https://ciencia.iscte-iul.pt/public/pub/id/29470
http://hdl.handle.net/10071/11991
DOI: 10.4000/sociologico.1336
ISSN: 0872-8380
Publisher version: The definitive version is available at: http://dx.doi.org/10.4000/sociologico.1336
Appears in Collections:CIES-RN - Artigos em revistas científicas nacionais com arbitragem científica

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
publisher_version_Franca_Padilla_FSociologico_1336_27_cooperacao_sul_sul_brasil_e_argent.pdf248.83 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.