Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/11036
acessibilidade
Title: A internet como ferramenta de comunicação museológica: o museu Benfica- Cosme Damião
Authors: Costa, Helga Saraiva da
Orientador: Neves, José Soares
Vaz, Maria João
Keywords: Internet
Museu Benfica – Cosme Damião
Museus desportivos
Questionário
Visitantes
Web 2.0.
Internet
Sports museums
Questionnaire
Visitors
Web 2.0
Issue Date: 2015
Citation: COSTA, Helga Saraiva da -A internet como ferramenta de comunicação museológica: o museu Benfica- Cosme Damião [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/11036>.
Abstract: Os museus já não são espaços fechados, centrados em si próprios e nas suas coleções. Eles têm vindo a abrir-se cada vez mais ao mundo lá fora, na tentativa de acompanhar uma sociedade tecnológica em constante desenvolvimento. Começando pela Web 1.0, que levou os museus a digitalizarem as suas peças, vivemos agora intensamente a Web 2.0, que impactou sobretudo na democratização e partilha do conhecimento, não só fora, como também dentro dos museus. Conceitos como interação ou participação estão hoje no centro do mundo museológico e tudo pode estar a mudar com o advento da Web 3.0. Vamos perceber de que maneira estes conceitos teóricos estão a ser aplicados no dia-a-dia prático dos museus. Para o efeito, vamos estudar o caso do Museu Benfica – Cosme Damião, que tem as particularidades de ser um museu ainda recente, bastante tecnológico e um museu desportivo. Neste trabalho, vamos analisar os resultados de um questionário aplicado durante duas semanas aos visitantes do Museu Benfica – Cosme Damião, cujo intuito foi analisar o perfil destes visitantes, nomeadamente no respeitante à sua utilização das plataformas online em que este museu pode ser encontrada
Museums are no longer confined spaces, centered on themselves and on their own collections. They are opening their doors to the exterior world, hoping to follow a technological society that is always developing. Beginning with Web 1.0, which led museums to digitalize their pieces, we are now fully living Web 2.0, which impacted particularly in the democratization and sharing of knowledge, not only outside but also inside the museums. Nowadays, concepts like interaction or participation are in the center of the museums’ world and all this may be changing with the advent of Web 3.0. We will understand how these concepts are being applied. For this purpose, we will study the case of Museu Benfica – Cosme Damião, which has the particularities of being recent, quite technological and a sports museum. In this paper, we will analyze the results of a questionnaire applied during two weeks to the visitors of Museu Benfica – Cosme Damião, which seeks to analyze these visitors’ profile, namely in what concerns to their use of online platforms where this museum can be found
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/11036
Thesis identifier: 201011662
Designation: Mestrado em Gestão e Estudos da Cultura
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
tese_HSC.pdf2.96 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.