Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/9857
acessibilidade
Title: A produção do homo economicus numa sala de mercado. Uma proposta de modelo analítico
Authors: Santos, Mariana
Silva, Alexandre
Keywords: Processos de subjetificação
Mercados financeiros
Homo economicus
Subjectification processes
Financial markets
Homo economicus
Issue Date: 2013
Publisher: CIES-IUL
Series/Report no.: CIES e-Working Paper
WP nº 169/2013
Abstract: No corpo de literatura sociológica que mais sistematizadamente tem analisado os mercados financeiros - os chamados Estudos Sociais da Finança, de orientação próxima da Teoria do Ator-Rede - tem-se mostrado, com recurso à noção de dispositivo sociotécnico, como os agentes de mercado e as suas interações de mercado se aproximam às descrições da teoria financeira através de configurações particulares da organização sociotécnica e sociofuncional dos locais de trabalho do sector financeiro. Embora dando bem conta das forças materiais envolvidas na produção dos mercados financeiros, estas análises focam pouco a substância cultural destes processos e, nomeadamente, processos de subjetificação. Assim, propõe-se um modelo analítico que se posiciona nessa falha e visa contribuir para a resposta à seguinte pergunta: como se faz - na sala de mercados - um homo economicus? Um tal modelo incluirá ferramentas analíticas que deem conta das seguintes dimensões: racionalidades económicas, figuras culturais, corporalidades e atmosferas afetivas na sala de mercados, ligação entre as diferentes esferas da vida dos agentes desses mercados – o trabalho nos mercados e as suas racionalidades específicas em relação com as suas visões acerca do mundo e noutros contextos quotidianos.
The sociological literature that has analysed financial markets most systematically - the so called Social Studies of Finance, conceptually close to Actor-Network Theory - has shown, by deploying the notion of sociotechnical device, how market agents and their interactions fall near the descriptions of financial theory through particular configurations of the sociotechnical and sociofunctional organization of financial sector working places. Despite its accurate account of the material forces involved in the production of financial markets, this set of literature has not paid enough attention to the 1 Este artigo foi possível graças ao financiamento atribuído pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) ao projeto de investigação “Sociologia nos Mercados Financeiros: Arquitectura do Sistema, Impactos Societais, Formas de Racionalidade, Pluralidade Disposicional e Contextual”. Resulta também da produtiva discussão em torno da apresentação feita pelos autores no painel Dimensões Etnográficas do Sistema Financeiro, no V Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia. 2 cultural substance of these processes, namely, subjectification processes. We thus propose an analytical model that bridges that gap and contributes to answer the following question: how is an homo economicus made in a trading room? This model will include analytical tools that cope with the following dimensions: economic rationalities, cultural figures corporealities and affective atmospheres in the trading room, the connections between the different life spheres of market agents - market work and its specific rationalities in relation with their world views in other everyday contexts.
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/9857
ISSN: 1647-0893
Appears in Collections:CIES-WP - Working papers

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CIES-WP169_Silva&Santos.pdf455.96 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.