Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/9078
acessibilidade
Title: O contributo das exportações de bens no crescimento económico português: análise empírica sectorial, segundo a intensidade tecnológica, para o período 1995-2010
Authors: Jorge, João Almeida
Orientador: Vale, Sofia de Sousa
Keywords: Crescimento económico
Exportações
Portugal
Séries cronológicas
Economic growth
Exports
Time series
Issue Date: 2011
Citation: JORGE, João Almeida - O contributo das exportações de bens no crescimento económico português: análise empírica sectorial, segundo a intensidade tecnológica, para o período 1995-2010 [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2011. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/9078>.
Abstract: A economia portuguesa enfrenta presentemente grandes desafios, antecipando-se que as exportações constituam a única componente da procura agregada com potencial de crescimento expressivo em 2011 e 2012. Na presente dissertação, desenvolvida no âmbito de um mestrado em Economia, avalia-se empiricamente o contributo das exportações de bens no crescimento económico português, no período compreendido entre 1995 e 2010, através da utilização de séries temporais de frequência trimestral e modelos Vector Error Correction, que se baseiam na existência de cointegração entre séries temporais. Conclui-se que as exportações desempenharam um papel relevante no crescimento económico português recente, validando-se, para o período em análise, a hipótese de crescimento pelas exportações na economia portuguesa. Por outro lado, a intensidade tecnológica dos sectores exportadores também se revelou como um factor relevante na análise desta problemática. As exportações de indústrias de mais alta tecnologia revelam-se como potencialmente mais eficazes na promoção do crescimento, no entanto não são de negligenciar os efeitos dos sectores denominados “tradicionais”, menos intensivos em tecnologia, pois também existem indícios de que estes possuem argumentos na importante missão que é o estímulo do crescimento económico português.
The Portuguese economy is presently facing serious challenges. It is anticipated that exports will be the only aggregate demand component that will experience positive growth in 2011 and 2012. This thesis was completed as a partial requirement of a master in Economics. It includes an empirical analysis of the role of exports in the Portuguese economic growth, from 1995 to 2010. Quarterly time series and Vector Error Correction Models, based on the assumption of cointegration between those series have been used in this analysis. The results show that exports were an important factor in recent Portuguese economic growth, which allow us to conclude that the export-led growth hypothesis is validated by the present study. In addition, the amount of technology used by the exporting sectors is also a factor to consider, since the exports of high-technology goods were more effective in promoting growth, during the fifteen years ended in 2010. However, sectors with lower technological spending, being the traditional Portuguese exporters, seem also to have relevant effects on Portuguese economic growth.
Description: Mestrado em Economia / JEL Classification System: F14 - Country and Industry Studies of Trade; F43 - Economic Growth of Open Economies
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/9078
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertacao Mestrado Economia Joao Almeida Jorge.pdf655.11 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.