Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/9001
acessibilidade
Title: Relating sovereign debt ratings to different practices of exchange rate policy: an empirical analysis
Authors: Pinto, Danielson Vicente Fortes Ramos
Orientador: Martins, Luís Filipe
Keywords: Sovereign debt rating
de facto exchange rate regime
Crisis period
Rating scales
Ratings de dívida soberana
Regimes cambiais
Período de crise
Escalas de rating
Issue Date: 2012
Citation: PINTO, Danielson Vicente Fortes Ramos - Relating sovereign debt ratings to different practices of exchange rate policy: an empirical analysis [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/9001>.
Abstract: In this thesis it is developed a research project whose objective is to identify links between the exchange rate policy of a country - fixed, intermediate and floating - and its long-term sovereign external debt, measured by sovereign ratings and assigned by Moody's and the S&P notations agencies, in two different economic periods: 1998-2002 (crisis period) and 2003-2007 (period of global recovery). Based on a cross-section data for 81 countries, with a multivariate linear regression model and making use of three numerical scales for converting the sovereign ratings, namely the linear, the exponential and the logistic, the results show that exchange rate policy of a country largely determines its sovereign rating assigned by rating agencies. The intermediate exchange systems penalizes more the external debt quality indicators, while sovereign rating of a country is very favoured with floating exchange rate regime. The intermediate role is played by fixed exchange systems. In general, for the crisis period analysis (May 2003), relative to the floating system, a fixed regime is penalized by 4 rating levels and an intermediate is penalized by 7 levels while the floating exchange rate regime ensures approximately 8 rating levels. In May 2008 (for the recovery period analysis), these penalties are aggravated: relative to the floating system, a fixed regime is penalized by 7 levels and an intermediate is penalized by 11 levels. The contribution of the floating exchange rate regime did not much change from one period to another, being about 8 levels in May 2003 and 9 levels in May 2008. It is also demonstrated the high explanatory capacity of the model, especially in periods of crisis, when the evaluation criteria is more carefully defined. About 85% of the 19 regressors shown in this model are significant, for the period of crisis. In the recovery period, this percentage dropped to 58%. However, beyond the exchange rate regimes, the economic indicators confirm their high capacity in the determination of sovereign ratings, in the two analysed periods. The socio-political factors, when combined with the exchange rate policy, contribute significantly in determining the ratings, especially in the recovery period. For a country that has a history of default can see their sovereign rating worsened in more 2 levels (May 2003) or in more 3 levels (May 2008) when it follows an intermediate exchange rate regime.
Nesta dissertação é desenvolvido um projeto de pesquisa cujo objetivo é identificar as ligações entre a política cambial de um país - fixa, intermédia e flexível - e a sua dívida soberana externa de longo prazo, medida pelo ratings soberanos atribuídos pelas duas maiores agências de notação financeira, Moody's e Standard and Poors, em dois diferentes períodos económicos: 1998-2002 (período de crise) e 2003-2007 (período de recuperação global). Com base em dados cross-section de 81 países, num modelo de regressão linear múltipla e fazendo uso de três escalas numéricas para converter os ratings soberanos, nomeadamente as escalas linear, exponencial e logística, os resultados mostram que a política cambial de um país determina em grande medida o seu rating soberano atribuído pelas agências de rating. O regime cambial intermédio penaliza mais os indicadores de qualidade da dívida externa, enquanto que a avaliação da dívida soberana externa de um país é muito favorecida com a prática de um regime de câmbios flexíveis. O papel "intermédio" é desempenhado pela política cambial fixa. Em geral, na análise do período de crise (maio de 2003), em relação ao regime de câmbios flexíveis, um regime fixo é penalizado em 4 níveis de rating e um intermédio é penalizado em 7 níveis, enquanto que o regime de câmbios flexíveis assegura cerca de 8 níveis de ratings. Em maio de 2008 (para a análise do período de recuperação), aquelas penalizações são agravadas: relativamente ao regime flutuante, um regime fixo é penalizado em 7 níveis e o intermédio é penalizado em 11 níveis. A contribuição do regime de câmbio flexível não muda muito de um período para outro, sendo, desta vez, igual a 9 níveis. Também é demonstrado a elevada capacidade explicativa do modelo, especialmente em períodos de crise, altura em que os critérios de avaliação são mais cuidadosamente definidos. Cerca de 85% dos 19 regressores apresentados neste modelo são significativos, para o período de crise. No período de recuperação, esta percentagem caiu para 58%. No entanto, além dos regimes cambiais, os indicadores económicos confirmam sua elevada capacidade na determinação de ratings soberanos, nos dois períodos analisados. Os fatores sociopolíticos, quando associados com a política cambial, contribuem significativamente na determinação dos ratings soberanos, sobretudo no período de recuperação. Para um país que já tenha registado uma situação de default, poderá ver o seu rating soberano agravado em mais 2 níveis (Maio de 2003) ou em mais 3 níveis (Maio de 2008), quando praticar um regime cambial intermédio.
Description: Degree of Master in Monetary and Financial Economics / JEL classification: E42, G15
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/9001
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação_Danielson Pinto_vs final.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.