Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/8801
acessibilidade
Title: Realidade aumentada aplicada ao processo de projeto de arquitetura
Authors: Miguel, João Ricardo Manarte
Orientador: Neves, José
Eloy, Sara
Keywords: Realidade aumentada
Projeto de arquitetura
Representação
Interação
Augmented reality
Architecture project
Representation
Interaction
Issue Date: 2014
Citation: MIGUEL, João Ricardo Manarte - Realidade aumentada aplicada ao processo de projeto de arquitetura [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/8801>.
Abstract: A maqueta e o desenho representam um papel fundamental nos projetos de arquitetura e no seu processo criativo. Estes métodos de representação de ideias permitem ao arquiteto expressar o seu pensamento, reproduzindo e materializando um objeto de forma a demonstrar aquilo que idealiza e pretende transmitir. A maqueta permite ter uma visão completa do objeto e é até hoje um método insubstituível no trabalho dos arquitetos. No entanto, as alterações nos modelos requerem cuidado e não são repetíveis diversas vezes o que leva a que os modelos virtuais surjam como solução para a modificação e visualização de detalhes que doutra forma seriam impossíveis. Os modelos tridimensionais virtuais são cada vez mais um complemento às maquetas físicas no processo de projeto, pois para além de permitirem obter imagens de diversos pontos de vista e fiéis à realidade do objeto, permitem ainda tratar de questões analíticas, tanto ao nível da estrutura como da infraestrutura, facilitando assim a sua simulação e compreensão (Freitas & Ruschel, 2010). Durante o projeto o arquiteto tem que explicar com clareza as suas ideias, tanto para o cliente como para os restantes intervenientes. Como tal, os métodos de representação utilizados são importantes na facilidade dessa perceção. “Coloca-se como hipótese que a utilização de novas tecnologias, como a Realidade Aumentada (RA), na prática de projeto, poderá potenciar maior dinâmica e fluidez na comunicação entre todas as partes envolvidas, desde os primeiros momentos criativos do projeto até à fase de execução do edifício” (Amim, 2007). A Realidade Aumentada é uma vertente da Realidade Virtual (RV) e consiste na “sobreposição de imagens geradas através da computação gráfica sobre cenas do mundo real que permitem a navegação ou a interação do utilizador em tempo real” (Caramelo, 2013). Com a Realidade Aumentada, o utilizador interage com elementos virtuais, tendo a sensação de que estes fazem parte do mundo real no cenário onde ele se encontra, aumentando assim a sua realidade. Desta forma, esta nova tecnologia permite oferecer novas formas de visualização que os atuais métodos tradicionais não permitem, através de uma interação fácil e intuitiva, economizando tempo e materiais. A investigação realizada propõe uma reflexão crítica sobre as potencialidades da Realidade Aumentada na prática de projeto, percebendo de que forma é que esta pode complementar as maquetas tradicionais e de que forma pode ser útil no terreno, facilitando e ajudando o trabalho do arquiteto na perceção do espaço e na economia do tempo na fase de projeto. Pretendeu-se entender como e quando esta nova tecnologia pode ou deve ser utilizada. Para isso foi desenvolvida uma aplicação ARch na ADETTI que permite explorar visualizações, representações e interações sobre modelos tradicionais (maquetas) e, num futuro próximo, no terreno (escala real). A aplicação foi testada e o resultado obtido apontou para a pertinência e interesse desta tecnologia em processo de projeto. Foi possível assim identificar o modo como a RA pode vir a ser útil no processo de projeto, aliando esta nova tecnologia aos métodos de trabalhos utilizados atualmente, e permitindo assim tirar partido das suas características, otimizando o tempo de trabalho e facilitando a tomada de decisões ao longo de todo o projeto.
The model and the drawing represent a fundamental role in the architecture projects and their creative process. These representation methods of ideas allow thearchitect to express his congitations by producing and materializing an object that shows what he idealizes and wants to transmit. The model allows a complete vision of the object and until today it is an irreplaceable method in the architects work. However the changes made in the models require much care and are not repeatable several times. This leads to virtual models arising as a solution for a modification and visualization of detail that in other way would be impossible. Tridimensional models are more and more an adjunct to the physical models in the project’s process, because they not only allow images of different viewpoints that are faithful to the reality of the project, but they also allow a tr easement of analytical points in a structural level as in a infrastructure one. Making it easier their simulation and understanding (Freitas & Ruschel, 2010). During the project the architect has to explain with explicitness his ideas, not only for the client but also for the other intervenients. As so, the methods of representation that are used are important in clarifying that perception. “It is raised as a possibility that the use of new technology, as the increased Reality (RA), in the projects practice, can potentialize a greater dynamic and flow in the communication of all parts, since the first creative moments of the project until the building’s execution”. (Amim, 2007) With the Increased Reality, the user interacts with visual elements, having the sensation that these are a part of the real world in the set where it can be found, increasing thereby its reality. This way, this new technology allows an offer of new forms of visualization that the actual traditional methods don’t allow, by a easy and intuitive Interaction, that saves time and material. The investigation held proposes a critical reflection on the potentialities of the Increased Reality in the project’s practice, understanding in what way this can complement the traditional models and in what way it can be useful in the real terrain, making it easier and helping the architect’s work in the perception of space as it saves time in the project’s phase. The goal was to understand how and when this new technology can or should be used. For that it was developed an application Arch in ADETTI that allows to explore visualizations, representations and interactions on traditional models, and in a near future, in the real terrain. The application was tested and the obtained result showed the relevance and the interest of this technology in the project’s process. It was possible It was possible to identify the way RA can be useful in the project’s process allying this new technology to the work methods used this days by allowing to take advantage of its characteristics, optimizing the work.
Description: Mestrado integrado em Arquitetura
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/8801
Thesis identifier: 201082691
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CadernoFinal.pdf36.09 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.