Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/8793
acessibilidade
Title: Expor arquitetura desmontando-a com realidade aumentada
Authors: Mendonça, Nuno Adriano Santos
Orientador: Neves, José
Eloy, Sara
Keywords: Representação de arquitetura
Exposição de arquitetura
Interativo
Realidade aumentada
Modelação 3D
Representation of architecture
Architecture exhibition
Interactive
Augmented reality
3D Modeling
Issue Date: 2014
Citation: MENDONÇA, Nuno Adriano Santos - Expor arquitetura desmontando-a com realidade aumentada [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/8793>.
Abstract: A arquitetura, pelo enorme impacto que tem na vida das pessoas e da cidade, é uma área que desperta o interesse por parte do público que gosta de conhecer e perceber o que está por trás da conceção arquitetónica. A divulgação da disciplina é realizada frequentemente a partir de exposições, sendo este um método essencial para a difusão da mesma, tornando o mundo da arquitetura mais acessível à sociedade, dando-lhe a conhecer as novas criações e conceitos. Partindo do princípio que as exposições surgem no âmbito da divulgação da prática da arquitetura, a verdade é que estas são essencialmente direcionadas para os profissionais da área e deixam de parte um público menos familiarizado com os termos e as representações técnicas utilizadas, dificultando o entendimento desta disciplina por parte destes. Nas exposições de Arquitetura utilizam-se vários métodos de apresentar os projetos, tais como painéis, maquetas, fotografias (reais ou fotomontagens), filmes, entre outros. Com o evoluir da tecnologia, estas ferramentas têm vindo a incluir o recurso aos computadores e são complementadas p.e. com modelos 3D virtuais. Assim sendo, a presente investigação coloca como hipótese que a introdução na exposição de arquitetura de ferramentas de utilização mais direta e interativa com o público permite um entendimento mais claro do projeto. Deste modo a análise do objeto arquitetónico pode ser aprofundada do ponto de vista da sua constituição e conceção, dando ao observador a oportunidade de explorar esta informação de forma interativa, no âmbito deste trabalho, através da Realidade Aumentada (RA). A Realidade Aumentada constitui uma variante da Realidade Virtual, em que se distingue desta, segundo Cawood e Fiala (2007), porque a RA tem o objetivo de criar a sensação de que o objeto virtual esta presente no mundo real. Oferecendo ao observador a “impressão de que os objetos virtuais e reais coexistam no mesmo ambiente, e que possam interagir ou manipulá-los” (Caramelo 2010). A utilização da RA permite várias formas de visualização dos objetos arquitetónicos, dando a possibilidade do utilizador desmontar o objeto, o que possibilita observar os seus vários elementos separadamente. Outra forma através da qual a exposição em arquitetura pode tirar partido da RA, é a sua interação com o utilizador e a sua sobreposição aos métodos de representação mais tradicionais (maquetas, desenhos, diagramas, entre outros). O desenvolvimento deste trabalho foi realizado com o apoio do grupo de computação gráfica da ADETTI -IUL e Microsoft, utilizando o software por eles desenvolvido. Realizaram-se testes de usabilidade da tecnologia, no contexto expositivo em arquitetura e no final do 2º semestre foi possível participar na montagem de uma exposição na qual se tirou partido da RA. Esta exposição permitiu pôr em prática todo trabalho teórico desenvolvido até à data, sendo depois possível fazer uma avaliação crítica da viabilidade e interesse desta tecnologia em ambientes de exposição com RA.
in public who enjoys and seeks to understand what is behind the architecture design. The promotion of this field of study is often accomplished through exhibitions. This important method of dissemination is essential in order to make the architecture world more accessible to the public in general, allowing the knowledge and appreciation of new concepts and creations. Assuming that architecture exhibitions arise in the context of public promotion of the projects and developed works, the truth is that these are primarily directed to the professionals of the field. Therefore, the public might not get as familiarized with the terms and technical representations that are used to support the exposed work, hampering ones understanding. Architecture exhibitions see several methods of presentation of the projects, such as panels, models, photographs (authentic or in a photomontage format), movies and many others. However, the evolution of the technology has allowed the inclusion of computer programs, complemented especially with 3D virtual models. Therefore, this research seeks to propose the following hypothesis: the introduction in the architecture exhibitions of a typo of more direct and interactive tools, in order to ensure a more public-friendly understanding of the complexity of an architecture project. Under this hypothesis, the architectonical object can be deepened in what regards is construction and design, which allows the public the opportunity to explore the information in a more enjoyable way – via “Augmented Reality” (AR). Augmented Reality is a variation of Virtual Reality and according to Cawood and Fiala (2007), these are two different concepts. RA intends to create the feeling that the virtual object is, in fact, physically present in the real world and in the moment, offering the viewer the “impression that the real and the virtual objects coexist in the same environment and that they can interact with them or manipulate them.” (Caramelo, 2010). The use of AR allows various forms of visualization of architecture objects and designs, giving the possibility for the user (public) to disassemble the object, making it possible for its various components to be separately analysed and appreciated. Architecture exhibitions may also benefit from AR in its interactive feature with the public, when in comparison with the more traditional representation methods (such as models, drawings, diagrams and many other). This paper and the work inhered have been carried out with participation the support of the group of computer graphics ADETTI – IUL and Microsoft, using the software developed by the mentioned entities. During the process of this word, technological usability tests have been conducted in an architecture exhibition context, which took place at the end of the second semester. The said exhibition has allowed implementing all the theoretical work to the date, which has proven key for a critical and improvement analysis of the AR’s performance in the architecture exhibitions scenarios.
Description: Mestrado integrado em Arquitetura
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/8793
Thesis identifier: 201084040
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CadernoPFA_NunoMendonça.pdf34.83 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.