Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/8788
acessibilidade
Title: Receção e perceção da Revolução Russa na crise do sistema: uma análise de imprensa
Authors: Vilhena, Marcos Nunes de
Orientador: Pinto, António Costa
Keywords: Revolução Russa
Receção
Perceção
Imprensa
Crise
I República Portuguesa
Russian Revolution
Reception
Perception
Press
Crisis
First Portuguese Republic
Issue Date: 2014
Citation: VILHENA, Marcos Nunes de - Receção e perceção da Revolução Russa na crise do sistema: uma análise de imprensa [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/8788>.
Abstract: A presente tese é uma análise da articulação de movimentos políticos e sociais, e também das representações, ideários e efeitos gerados em torno de um fenómeno único – a Revolução Bolchevique. Atenta à evolução da situação europeia, mas atendo-se especificamente a Portugal, descreve e analisa a receção e perceção deste processo revolucionário ao nível da imprensa portuguesa da época e dos grupos aí representados, num período que vai do golpe constitucionalista russo de março de 1917 até ao 28 de Maio de 1926, procurando determinar como atuam sobre a crise do sistema demoliberal, condicionando (ou não) o advento da ordem ditatorial. Não a ocupando demandar ou provar um simples impacto, que uma tal associação e lapso de análise supõem já, move-a uma abordagem convergente e simultânea da imprensa portuguesa da época e da I República sob o fenómeno informativo gerado em torno do processo revolucionário. Nesta opção pela imprensa coeva, reconhece-se a sua representatividade como meio de comunicação de massas por que perpassa, da origem aos conteúdos, a atividade e ideário de quase todas as posições e interesses a considerar, mas também uma vontade de a reconsagrar como fonte, na sua dupla condição de registo e partícipe da História.
The present thesis analyses the connection between political and social movements, coupled with representations, ideals and results generated around one single phenomenon - the Bolshevik revolution. Focusing on European developments, but particularly on Portugal, it describes and considers the reception and perception of this revolutionary process from the perspective of the contemporaneous Portuguese press and groups represented within, in the period starting in the constitutionalist Russian coup in March 1917 until the 28th of May 1926. It also tries to determine how they act upon the crisis of the demo-liberal system, and the possible conditioning of the upcoming dictatorship. The intent is not to assert or prove a simple impact, that the mention and period of analysis already supposes, but to approach the existing Portuguese press and First Republic in a converging and simultaneous manner, under the informational phenomenon around the Russian revolutionary process. This choice for the coeval press acknowledges not only its representativeness as means of mass communication by which the activity and ideals of almost all positions and interests under consideration pervades, from origin to essence, but also a will to re-consecrate it as a source in its dual condition of record and participant in history.
Description: Doutoramento em História Moderna e Contemporânea
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/8788
ISBN: 978-989-732-661-5
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese doutoramento de Marcos Vilhena.pdf5.18 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.