Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/8714
acessibilidade
Title: A liderança de equipas
Authors: Santos, Joaquim Pacheco dos
Orientador: Caetano, António
Keywords: Liderança de equipas
Desenvolvimento de liderança
Modelos mentais de equipa
Team leadership
Leadership development
Team mental models
Issue Date: 2015
Citation: SANTOS, Joaquim Pacheco dos - A liderança de equipas [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/8714>.
Abstract: Com este trabalho procurámos contribuir para o aprofundamento do estudo da liderança de equipas através da realização de três estudos empíricos de carácter experimental ou quási-experimental que envolveram 260 equipas e 2.440 participantes. Este trabalho teve como principal objetivo responder a três questões fundamentais: 1) A primeira questão que colocámos relaciona-se com a possibilidade de a partir da teoria da liderança funcional desenvolvermos um modelo teórico de liderança de equipas e testar a sua relevância para a análise da eficácia das equipas. 2) A segunda questão que levantámos referiu-se à possibilidade de a partir do modelo de liderança de equipas testado se desenvolver um programa de formação para líderes capaz de desenvolver as competências de liderança suscetíveis de melhorar a eficácia das equipas. 3) A terceira questão que suscitámos centrou-se no papel dos líderes no desenvolvimento dos modelos mentais de equipa e através destes estados emergentes melhorar a eficácia das equipas. Este trabalho oferece contributos a nível teórico, metodológico e prático. Ao nível teórico, os resultados sugerem que a liderança de equipas assenta nas competências dos líderes para a dinamização dos processos de interação de natureza cognitiva, afetiva e comportamental que promovem a atuação coordenada dos membros das equipas. Os resultados encontrados suportam a estrutura teórica do modelo desenvolvido discriminando quatro competências que explicam uma parte significativa da variância na eficácia das equipas. Ao estimularem os processos de equipa de natureza cognitiva e afetiva, antes da realização de uma tarefa, os líderes procuram dar sentido a essa tarefa de equipa e criar um roteiro que enquadre o modo da sua realização e os padrões de interação entre os membros que se consubstanciam em modelos mentais de equipa. Os resultados mostraram que o desenvolvimento de competências de liderança se relaciona com a melhoria da eficácia das equipas através da melhoria ocorrida nos modelos mentais de equipa. Durante a realização da tarefa estes modelos mentais de equipas suportam implicitamente os processos de interação de natureza comportamental que são também explicitamente estimulados pelos líderes. Do ponto de vista metodológico, salienta-se o recurso ao paradigma experimental para testar os efeitos da liderança na eficácia das equipas, o que permite ultrapassar limitações das investigações de natureza correlacional. O desenvolvimento de instrumentos de avaliação de modelos mentais de equipa suscetíveis de poderem ser utilizados em múltiplos contextos é também um contributo relevante dos estudos efetuados. Do ponto de vista prático, este trabalho pretende também contribuir para o desenvolvimento de liderança de equipas que requer competências distintas das teorias gerais da liderança. Os resultados mostram que o programa de formação de líderes baseado no modelo de liderança testado é eficaz para desenvolver competências de liderança. Adicionalmente, o desenvolvimento das competências de liderança mostrou ser um mecanismo eficaz para a promoção da eficácia das equipas. A maioria das organizações não avalia nem o impacto nem a adequabilidade das intervenções de desenvolvimento de liderança parecendo existir assunção implícita de que o desenvolvimento de liderança se traduz automaticamente em resultados organizacionais. Constituindo as equipas um componente crítico das modernas estruturas organizacionais, é fundamental que as organizações possam dispensar maior atenção ao desenvolvimento efetivo das competências de liderança de equipas.
Over the past 20 years teams have imposed themselves as the most prominent structure in organizations (e.g., DeShon, Kozlowski, Schmidt, Milner, & Wiechmann, 2004; Randall, Resick, & DeChurch, 2011). Team leadership has been suggested as an intervention capable of promoting the alignment of teams’ interaction processes (e.g., Kozlowski & Ilgen, 2006; Salas et al., 200). However, general leadership theories showed to be unsuitable for application in the context of teams and for team leadership development (e.g., Kozlowski, Watola, Nowakowski, Kim, & Botero, 2009; Zaccaro, Heinen, & Shufler, 2009). Based on the functional leadership theory by McGrath (1962) several theoretical models on team leadership have been developed proposing the intervention of leaders on team processes and the creation of team mental models as mechanisms to promote team effectiveness (e.g., Burke et al., 2006; Zaccaro, Rittman & Marks, 2001). Despite the extensive literature on leadership and teams, the way leaders can influence teams and how team leadership skills can be developed still raise many questions that remain unanswered. We addressed some of these questions throughout three quasi-experimental studies involving a total of 2,440 participants. Our results are divided into three complementary topics: a) the tested team leadership model showed that the functional leadership theory constitutes a suitable framework for team leadership and to study the team effectiveness, b) the leadership skills development program drawn from the team leadership model is an effective mechanism to improve team effectiveness, since it is through the development of leadership skills that the leadership development program leads to improving team effectiveness and c) the development of leadership skills leads to the development of team mental models, which in turn lead to increased effectiveness of teams. These results bring new light as to how leaders can influence teams, while raising new research directions.
Description: Tese submetida como requisito parcial para a obtenção do grau de Doutor em Gestão Especialidade em Recursos Humanos e Comportamento Organizacional / JEL Classification System: D23 - Organizational Behavior; J28 -Work Behavior
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/8714
ISBN: 978-989-732-600-4
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE_FINAL.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.