Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/8671
acessibilidade
Title: A educação ambiental no contexto da sociedade: como promover comportamentos pró-ambientais?
Authors: Barata, Ana Raquel Ferreira
Orientador: Castro, Paula
Martins-Loução, Maria Amélia
Keywords: Educação ambiental
Atitudes
Comportamentos pró-ambientais
Adolescentes
Environmental Education
Attitudes
Pro-environmental behaviours
Teenagers
Issue Date: 2014
Citation: BARATA, Ana Raquel Ferreira - A educação ambiental no contexto da sociedade: como promover comportamentos pró-ambientais? [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2014. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/8671>.
Abstract: Considerando a inconsistência identificada na sociedade entre elevadas atitudes próambientais e uma reduzida ação ambiental, este trabalho tem como objetivo o estudo de modelos conceptuais, no âmbito da psicologia social do ambiente, que permitam inovar as iniciativas de Educação Ambiental, com vista à promoção efetiva de comportamentos pró-ambientais. A partir da contextualização da Educação Ambiental em Portugal e na Europa e de processos psicossociais passíveis de considerar nas iniciativas com vista à promoção de comportamentos de conservação, o trabalho integra estudos realizados em comunidades escolares do 2º e 3º ciclo do ensino básico, em Lisboa. Estes estudos avaliam a influência da Educação Ambiental ativa para a promoção de comportamentos de conservação de energia e água e de separação de resíduos para reciclagem, utilizando o Jardim Botânico do Museu Nacional de História Natural e da Ciência como instituição para aprendizagem fora da sala de aula. São também testados processos psicossociais com capacidade de promover a ação ambiental, como a utilização de um compromisso ou a influência de normas sobre a conservação de energia e água. Foi ainda examinada a ambivalência como barreira à prática de reciclagem e a influência intergeracional que os adolescentes exercem sobre o seu agregado familiar para promover essa ação. Os resultados permitem sugerir uma nova abordagem da Educação Ambiental com vista ao aumento da sua eficácia, através da utilização de instrumentos de comunicação sugeridos pelos processos psicossociais estudados, de forma a promover comportamentos de conservação junto dos adolescentes e dos seus agregados familiares.
Taking into account the persistent gap between high levels of pro-environmental attitudes and low levels of respective behaviour, this work is focused on conceptual models from the social and environmental psychology that may improve Environmental Education initiatives to promote conservation behaviours. The thesis first presents the background of Environmental Education in Portugal and Europe and associated psychosocial fators and processes, introducing studies developed with basic school groups (students from 11 to 15 years old) from Lisbon. Using the Botanic Garden of Lisbon University as a “learning outside school” institution, these studies investigated the influence of inquiry based environmental education initiatives to promote the engagement with climate change issues and related conservation behaviours. The studies tested the effect of psychosocial fators that may promote the environmental action, aiming to consider them in the development of Environmental Education initiatives. Such approach included the analysis about the use of commitments to promote energy and water conservation at home and about the influence of personal and social norms in the same behaviour. It also examined how attitudinal ambivalence works as a barrier to recycling behaviour and the intergerational influence played by teenagers to disseminate conservation behaviours through their families. Results showed that the proposed methodologies and communication tools regarding different environmental themes were effective in promoting environmental actions and their psychological predictors. Therefore, this work suggests a change to the approach of Environmental Education initiatives in order to use psychosocial processes to endorse the promotion of pro-environmental behaviours among teenagers and their families.
Description: Tese submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Doutora em Psicologia, na especialidade de Psicologia Social / Classificação (American Psychological Association): 3000 Psicologia Social 3020 Processos grupais e interpessoais 4000 Engenharia e Psicologia Ambiental 4070 Questões ambientais e atitudes
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/8671
Thesis identifier: 101282770
ISBN: 978-989-732-586-1
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese_Raquel_Barata.pdf2.23 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.