Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/8451
acessibilidade
Title: Análise dos tempos de espera no processo de tratamento da patologia da mama : um caso de estudo
Authors: Cruz, Rita Moniz da
Orientador: Martins, Ana Lúcia Henriques
Keywords: Espera
Lean Management
Processos
Cancro da Mama
IPOLFG
EPE
Waiting
Processes
Breast cancer
Issue Date: 2014
Citation: CRUZ, Rita Moniz da - Análise dos tempos de espera no processo de tratamento da patologia da mama : um caso de estudo [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/8451>.
Abstract: Em Portugal, o cancro é uma das principais causas de morte, sendo o da mama uma das doenças com maior impacto na sociedade, pela sua incidência e associação a uma imagem de gravidade. O tempo de espera envolvido no processo de tratamento da patologia da mama provoca sofrimento psicológico nas mulheres e contribui para uma perceção menos positiva do nível de serviço prestado. Assim, a investigação tem como objetivo analisar o tempo de espera ocorrido ao longo do processo de tratamento da patologia da mama, no Instituto Português de Oncologia de Lisboa, Francisco Gentil, E.P.E. (IPOLFG, EPE), e a eventual existência de fatores diferenciadores no serviço prestado aos pacientes, bem como formular um conjunto de recomendações para a redução desse tempo e de eventuais desigualdades no tratamento de pacientes. A metodologia adotada é o caso de estudo, no qual se identificam as atividades do processo de tratamento da patologia da mama, mediante adoção do conceito de processo, sugerido por Davenport, e se calculam os tempos de espera, atendendo ao que constitui espera nos serviços, segundo o Pensamento Lean. A técnica utilizada para o tratamento dos dados centra-se em testes de hipóteses. Os resultados da investigação permitem concluir que, das atividades com maior demora mediana, a 2ª consulta de mama, a 1ª consulta de decisão terapêutica e a 1ª consulta de mama, registaram maior procura, nos processos de tratamento 1, 2 e 3, respetivamente. Revelaram ainda que o tempo de espera não é, na sua generalidade, influenciado pelas variáveis tipo de referenciação, entidade referenciadora, idade, diagnóstico, opção de tratamento, agenda de marcação, nível de prioridade e local e instituição de realização. Por fim, disponibilizam-se sugestões com vista ao incremento da fluidez do processo de tratamento da patologia da mama, no IPOLFG, EPE.
In Portugal, cancer is a leading cause of death, being the breast cancer one of the diseases with greater impact on society, both for its incidence and for its association with an image of seriousness. The waiting time involved in the breast cancer treatment process causes psychological distress in women and contributes to a less positive perception of the level of service provided. Thus, this study aims to analyze the waiting time occurred in the breast cancer treatment process, at Instituto Português de Oncologia de Lisboa, Francisco Gentil, E.P.E. (IPOLFG, EPE), to examine the possible existence of differentiating factors in the service provided to patients, and to formulate a set of recommendations to reduce those times and possible inequalities in the treatment of patients. The methodology used is a case-study identifying the activities of the breast cancer treatment process, based on Davenport’s concept of process, and their waiting times. The latter were calculated having into account the Lean Thinking definition of waiting in the service context. The technique used to process the data was focused on the test of hypothesis. The study results allow the conclusion that, from the activities with longer median delays, the second doctor’s appointment for breast examination, the first doctor’s appointment for therapeutic decision and the first doctor’s appointment for breast examination, in the treatment processes 1, 2 and 3, respectively, were the ones with higher demand. The results also show that, in general, the independent variables (type of referral, entity responsible for the referral, age, diagnosis, treatment option, marking calendar, priority level and local and entity where some activities are performed) don’t impact the waiting times. Finally, it is suggested a set of measures to improve the breast cancer treatment process flow, at IPOLFG, EPE.
Description: Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Gestão / Classificação JEL: M10 – Business Administration (General) Y40 – Dissertations
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/8451
Thesis identifier: 201034204
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Análise dos tempos de espera no processo de tratamento da pa.pdf2.18 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.