Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/8337
acessibilidade
Title: Desenvolvimento e relações bilaterais entre Angola e Portugal, de 2002 a 2012
Authors: Tungo, Julião Garciano Sebastião
Orientador: Casanova, José Luís
Keywords: Desenvolvimento
Cooperação
Desenvolvimento sustentável
Angola
Portugal
Africa
Relações bilaterais
Development
Cooperation
Sustainable Development
Issue Date: 2013
Citation: TUNGO, Julião Garciano Sebastião - Desenvolvimento e relações bilaterais entre Angola e Portugal, de 2002 a 2012 [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/8337>.
Abstract: Hoje é vulgar afirmar que Angola é um mercado com muitas oportunidades para qualquer investidor. As empresas portuguesas não fogem a esta regra, ao considerarem o mercado angolano como espaço de destaque. Portugal, na sua trajectória teve sempre uma posição de destaque para a economia angolana, valendo-se dos laços históricos, apostando neste país até como plataforma para atingir os mercados africanos circundantes. A cooperação entre os dois países tem conhecido momento agradáveis que merecem ser estudados. Terminada a longa guerra civil que durou cerca de 30 anos, o período 2002 a 2012 é aqui visto como momento oportuno para se avaliar o impacto destas relações, nos domínios mais estratégicos, que servem de alavanca para o desenvolvimento dos dois povos. Na nossa investigação foi realizado um inquérito por entrevista destinado ao sector diplomático, nomeadamente as embaixadas, as missões consulares dos dois países, assim como o Ministério das Relações Exteriores de Angola e Negócios Estrangeiros de Portugal, a Câmara de Comércio de Angola e Portugal, dos quais tivemos uma participação bastante activa, resultando numa análise positiva das relações entre Angola e Portugal nos últimos dez anos. Palavras-chave: , ,
It’s common today to say that Angola is a market with many opportunities for any investor. Portuguese Companies are no exception to this rule, when considering the Angolan market, as highlighted space. Portugal in its trajectory has always had a prominent position for the Angolan economy, drawing on the historical ties, investing in this country even as platform to reach African markets surrounding. Cooperation between this two countries has seen pleasant moment that deserve study. After long civil war that lasted 30 years, the period 2002 to 2012 is here seen as a timely opportunity to assess the impact of these relationships in the most strategic areas, which is a lever for the development of this two peoples. In our research some interviews were made in the diplomatic sector, including embassies, consular missions of the two countries as well as the Ministry of Foreign Affairs of Angola and Foreign Affairs of Portugal, the Chamber of Commerce of Angola and Portugal, which had a very active participation, resulting on a positive analysis of the relations between Angola and Portugal in the last ten years.
Description: Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Sociologia e Planeamento
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/8337
Thesis identifier: 201078830
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese de Mestrado Juliao tungo 2013.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.