Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7896
acessibilidade
Title: Diferenças sectoriais no acesso ao crédito bancário em Portugal: uma análise de dados em painel usando o inquérito de conjuntura ao investimento
Authors: Lagoa, Sérgio
Orientador: Cecílio, Tânia Gomes
Keywords: Racionamento crédito
Sectores de actividade
Auto financiamento
Investimento
Credit rationing
Activity sectors
Auto financing
Investment
Issue Date: 2012
Citation: LAGOA, Sérgio - Diferenças sectoriais no acesso ao crédito bancário em Portugal: uma análise de dados em painel usando o inquérito de conjuntura ao investimento [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7896>.
Abstract: Com a crise de dívida que assola Portugal, o racionamento de crédito tem sido apontado como prática corrente por parte dos bancos. As empresas indicam que não recebem o crédito que pretendem. O racionamento de crédito ocorre por haver um desequilíbrio no mercado, entre a procura e oferta de crédito, havendo excesso de procura quem oferece tende a analisar de forma mais pormenorizada e criteriosamente o crédito concedido para assim reduzir o risco o mais possível. A assimetria de informação por partedas empresas é um dos maiores obstáculos na concessão de crédito. A falta de total transparência da empresa leva a que a banca tenda a recusar financiamento como forma de reduzir o risco a que está sujeita, muitas vezes a empresas com capacidade de fazer face ao serviço de dívida. Este estudo possibilita averiguar se em Portugal asempresas dos principais sectores de actividade têm tido o seu crédito racionado e quaisas variáveis que influenciam o racionamento de crédito. De acordo com as conclusões do estudo, em média entre 2002 e 2009 apenas o sector da construção e do imobiliário é que não foram alvode racionamento, os restantes foram alvo de racionamento em diversos períodos da análise.
With the debt crisis plaguing Portugal, credit rationing has been considered standard practice by banks. Companies suggest that they don't get the credit they want. The credit rationing occurs because there is an imbalance in the market between demand and supply of credit, there is an excessive demand that leads to a more careful and detailed analysis in order to reduce the as much aspossible. The asymmetry of information by companies is a major obstacle in the concession of credit, the not total transparency of the companies leads banks to withhold funding as a way to reduce the risk to which it is subject, often to companies with the ability to face the debt service. This study makes it possible to ascertain whether companies in Portugal of major sectors have had their credit rationed and which variables influence credit rationing. According to the findings, in average, between 2002 and 2009, only the construction industry and real estate didn’t have their credit rationed, the rest were subject to rationing in various periods during the analysis.
Description: JEL Classification System: E22, E41
URI: http://hdl.handle.net/10071/7896
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
dissertação revisão final Tânia Cecílio.pdf426.61 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.