Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7892
acessibilidade
Title: Desiquilíbrios macroeconómicos em Portugal
Authors: Godinho, Sandra Patrícia de Deus
Orientador: Leão, Emanuel Reis
Keywords: Crise económica portuguesa
Macroeconomia em economia aberta
Défice externo
Dívida externa
Comércio internacional
Economic crises in Portugal
Macroeconomics in an open economy
External deficit
External debt
International trade
Issue Date: 2012
Citation: GODINHO, Sandra Patrícia de Deus - Desiquilíbrios macroeconómicos em Portugal [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7892>.
Abstract: Esta dissertação de mestrado procura, através de uma análise macroeconómica, compreender as causas e as consequências do défice externo e as consequências da dívida exter na de Portugal, na década de 2000. Procedeu-se, por isso, à análise de literatura, de dados estatísticos, de estudos e à análise de depoimentos de conferências. Pela realização deste estudo, observou-se na balança de pagamentos que a balança corrente de bens apresenta o défice mais significativo. A dívida externa é consequência do défice externo, para além de que revela um ajustamento ineficiente à realização de comércio internacional, que pode ser provocado pela rigidez de preços entre a Zona Euro, pela existência de várias recessões no período considerado, pela existência de desemprego crescente, mas, necessariamente, pela existência de níveis educacionais relativamente baixos que não permitem a Portugal ajustar via competitividade, seguindo uma estratégia de vantagem comparativa sustentada e viver com uma moeda mais forte que o anterior escudo. A ideia de recursos financeiros fáceis e de estabilidade criada pela facilidade de crédito, a partir da integração monetária, custou a Portugal um resgate financeiro em 2011, uma vez que Portugal não poupou o suficiente, desequilibrando, consequentemente, a sua balança de pagamentos.
This dissertation seeks to understand the causes and consequences of the external deficit and the consequences of foreign debt in Portugal, in the 2000s, through a macroeconomic analysis. In this sense, it was done analysis of literature, statistics, studies and analysis of testimonials from conferences. It was observed that the most significant deficit in the balance of payments is the goods’ current account deficit. External debt is a consequence of the external deficit, besides it reveals an inefficient adjustment to the existence of international trade, which may be caused by the rigidity of prices betwee n the Euro Zone, by the presence of several recessions in the period considered, by the existence of rising unemployment but, necessarily, by the existence of education levels relatively lower that do not allow to Portugal adjust via co mpetitiveness, follo wing a sustained strategy of comparative advantage and live with a stronger currency than the previous one. The idea of easy financial resources and stability set since monetary integration cost Portugal a bailout in 2011, since Portugal did not spare the enough, unbalancing, consequently, its balance of payments.
Description: Mestrado em Economia Monetária e Financeira
URI: http://hdl.handle.net/10071/7892
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
tese Sandra Godinho.pdf4.62 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.