Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7670
acessibilidade
Title: Como as crianças vêem a homoparentalidade : um contributo para a compreensão do desenvolvimento do preconceito sobre a orientação sexual
Authors: Farelo, Catarina Roxo
Orientador: Moleiro, Carla
Keywords: Preconceito
Orientação sexual
Homossexualidade
Crianças
Homoparentalidade
Prejudice
Sexual orientation
Children
Homosexuality
Same-sex parenting
Issue Date: 2013
Citation: FARELO, Catarina Roxo - Como as crianças vêem a homoparentalidade : um contributo para a compreensão do desenvolvimento do preconceito sobre a orientação sexual [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7670>.
Abstract: A presente dissertação foi elaborada com o objectivo de contribuir para a compreensão do desenvolvimento do preconceito acerca da orientação sexual. Neste sentido, apoiando-nos numa linha teórica já existente sobre o desenvolvimento do preconceito infantil, procuramos perceber qual a percepção das crianças acerca das famílias homoparentais. Realizámos um estudo exploratório centrado num questionário baseado na adaptação do The Bene-Anthony Family Relations Test (Saphira, 1989), onde participaram 59 crianças entre os 8 e os 10 anos. Esta investigação permitiu-nos concluir que as crianças têm uma percepção negativa relativamente às famílias homoparentais, comparativamente a outras tipologias familiares. Dentro destas famílias, as famílias homoparentais masculinas são pior percepcionadas que as famílias homoparentais femininas. A percepção que as crianças têm relativamente à atitude dos pais sobre as famílias homoparentais encontra-se associada à percepção das próprias crianças relativamente a essas mesmas famílias. Os resultados são discutidos, bem como implicações para a prática e para a literatura sobre formação e desenvolvimento do preconceito.
This dissertation contributes to the understanding of the development of prejudice based on sexual orientation. It is supported by a theoretical background concerning the development of prejudice on children, which was used to understand the infant perception about same-sex parent. The exploratory study is focused on a query based on The Bene-Anthony Family Relations Test (Saphira, 1989), in which 59 children aged 8 to 10 years old participated. The results showed that children have a negative perception about same-sex parent families, when compared to other family structures. Within the same-sex parent family universe, the masculine same-sex parent structures were perceived as more negative than female led families. The results also showed that the children’s perception is strongly associated, and similar, to their parents’ perception about same-sex parent families. This dissertation contemplates the discussion of these results, as well as the empirical and theoretical implication of the development of prejudice.
Description: Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social da Saúde / Códigos PsycINFO: 2840 Psychosocial & Personality Development 3020 Group & Interpersonal Processes
URI: http://hdl.handle.net/10071/7670
Thesis identifier: 201063760
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertacao - CF - 2013.pdf419.28 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.