Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7431
acessibilidade
Title: Limites, desordens e mediações: uma etnografia em espaço escolar
Authors: Leandro, Alexandra
Orientador: Cordeiro, Graça Índias
Keywords: Etnografia escolar
Segurança escolar
Poder disciplinar
Mediação
School ethnography
School security
Disciplinary power
Mediation
Issue Date: 2013
Citation: LEANDRO, Alexandra - Limites, desordens e mediações: uma etnografia em espaço escolar [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7431>.
Abstract: O desenvolvimento de uma etnografia em diferentes escolas, situadas em um dos concelhos da Península de Setúbal, permitiu avançar para o modo como a produção de segurança escolar envolve a reprodução, recomposição e reinvenção de distintas configurações de poder, tendo em conta o cruzamento de múltiplas modalidades de intervenção, e a (des)articulação entre diferentes sujeitos e grupos. Sendo uma pesquisa de ancoragem antropológica, o diálogo permanente com outros campos disciplinares, em especial a sociologia e a história, possibilitou o alargamento das questões e a reflexão em torno de um vasto conjunto de itinerários teóricos e metodológicos, vital num terreno tão complexo como o da Educação. Os limites físicos e simbólicos produzidos, reproduzidos e contestados nas escolas constituem fronteiras que estruturam o trânsito permanente entre o lado de dentro e o lado de fora. As escolas, enquanto espaços centrais de socialização, surgem, deste modo, como um terreno de múltiplas mediações, no cruzamento e confronto de diferentes expectativas e projetos individuais, familiares, profissionais e institucionais.
The unfolding of ethnography within different schools situated in a municipality of the Setúbal Peninsula enabled to question how the production of school security involves the reproduction, rearrangement and reinvention of distinct power configurations, given the intersection of multiple intervention modalities and the (in)articulation between different individuals and groups. Being an anthropological anchored research, the permanent dialogue with other disciplinary fields, with particular emphasis on sociology and history, made possible the widening of the points of discussion and the reflexion on a large number of theoretical and methodological itineraries, vital in such a complex field as Education. The physical and symbolic limits produced, reproduced and contested in schools are frontiers that structure the continuous passage between outside and inside. Schools, as central socialization places, emerge as a field for multiple mediations, in the intersection and confrontation of different individual, family, professional and institutional expectations and projects.
Description: Doutoramento em Antropologia
URI: http://hdl.handle.net/10071/7431
ISBN: 978-989-732-468-0
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
LimitesDesordensMediações.pdf1.7 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.